Resenha - Pobre não tem Sorte - Leila Rego




ISBN: 8577184951

Livro: Pobre não tem Sorte
Autor(a): Leila Rego
Editora: All Print
Ano: 2010
Edição: 2
Páginas: 248
Onde comprar: Lojinha
Avaliação:


Sinopse: Toda garota do interior sonha em se casar com o cara de seus sonhos, ter uma casinha, filhos e ser feliz até que a morte os separe, certo?
E se esse cara for lindo, rico, super fashion e divertido?
E se tal “casinha dos sonhos” for um mega apartamento no melhor bairro da cidade?
Uau! Mariana encontrou o cara perfeito e vai se casar com ele!
E nada de casinha! Isso é coisa de gente que pensa pequeno. Mariana vai ter o apartamento dos sonhos que já vem incluso no pacote: case com um homem rico e vá morar em grande estilo.
E quanto a filhos e ser feliz até que a morte os separe… Bem, ela ainda não pensou nesses detalhes. Afinal as prioridades vão para as coisas bem mais interessantes como, por exemplo, o vestido de noiva perfeito, o que o colunista vai dizer sobre o seu casamento no tablóide de domingo, o que as amigas e inimigas irão comentar, quem entrará na lista de convidados para sua despedida de solteira, etc. Mas isso só dura até um dia em que Mariana… Bom, leiam o livro e descubram.  Adicione o livro no Skoob!

Pobre não tem sorte é um chick-lit divertidíssimo escrito por Leila Rego. Narrado em primeira pessoa o livro nos faz rir e em muitos momentos refletir sobre algumas atitudes que consciente ou não muitos de nós comentamos.

Quem nos leva a essa viagem é Mariana Louveira, uma jovem de Prudente interior de São Paulo, de família simples, porém com alma de uma pessoa rica. A nossa protagonista era uma menina simples com poucas ambições na vida, entretanto ao conhecer Edu, um jovem rico e objeto de desejo de 10 entre 10 mulheres de Prudente Mariana entra em mundo o qual não conhecia mas se apaixona de imediato, com acesso a lugares chiquérrimos e pessoas da alta sociedade onde começa a criar laços de amizades os quais eu poderia dizer nada sinceros.

E é exatamente nesse ponto onde a doce e divertida Mariana começa a mudar tornando-se uma pessoa extremamente fútil a ponto de gastar todo o seu dinheiro em roupas e acessórios de grife. Detalhe: todas as compras parceladas a perder de vista e ambiciosa ao ponto de esconder de seu ciclo social onde mora e sua família. Contudo, entre uma bolsa Guess e um óculos Prada, Edu o lindo e fashion namorado de Mari a pede em casamento e é partir dai que ela surta de vez entre a comprar do novo apartamento em um bairro elegantíssimo, seu vestido Valentino, Buffet e despedida de solteiro ela vê sua vida mudar e seus sonhos tomarem novos rumos.

O livro é cheio de humor e tiradas inteligentes, a forma como Leila desenvolveu o enredo o deixou descontraído, com uma leitura leva e rápida. Também gostei da forma que Mariana interage com o leitor, expondo suas dúvidas e muitas vezes dando conselhos. O livro em minha opinião só trouxe um aspecto negativo: a revisão do texto. Encontrei alguns erros de digitação e concordância, mas nada que uma nova edição não possa resolver.

O livro nos traz algumas reflexões como: Onde estão seus valores? O que é mais importante: status ou estar bem consigo mesmo? São questionamentos que nos fazem refletir sobre a juventude de hoje, onde status e moda estão em primeiro lugar, onde pedir desculpa virou algo desnecessário, reconhecer que errou é de longe um ato de coragem e pedir desculpa por tal erro é um ato de bravura. Mariana, apesar de suas futilidades e de seu egoísmo, nos monstra uma realidade que está se tornando cada vez mais visível entre os jovens, estão se perdendo os verdadeiros valores como a família e amizade sincera.

Portanto, “Pobre não tem Sorte” é de longe um dos melhores chick-lit que já li e o que me deixa mais feliz e orgulhosa que é um livro nacional. Leila Rego nos transporta a um mundo divertido e bem humorado, onde pobre pode não ter sorte, mas tem a oportunidade de buscá-la e ser feliz. Se você está a fim de rir e se divertir essa é minha recomendação.



16 comentários

  1. Eu quero muito ler esse livro da Leila.. parece ser bem interessante..essa coisa de $$, casamento, casa dos sonhos..e etc...isso é uma mistura bem interessante!

    ResponderExcluir
  2. O nome já diz tudo né ?!
    Pobre não tem sorte MESMO.
    Nossa, deve ser tão interessante esse livro, e divertido. haha
    O título já me faz rir, imagina a história.

    E é legal, como você disse, que é um livro nacional. Parabéns à Leila! *-*

    ResponderExcluir
  3. Li esse livro faz algum tempo, apesar de destetar as atitudes da Mari, mas aos poucos percebemos as mudanças em sua atitude.

    Quero muito ler o segundo livro. Logo vou pegar emprestado com a Jeanne e finalmente descobrir como é o final da pobre Mariana.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Morro de vontade de ler esse livro, Patrícia!
    Infelizmente ainda não tive oportunidade, mas pretendo ler em breve!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Poxa, um dos melhores chick-lit que já leu?! Uau, quero ler também! Amei a resenha, muito bem feita e os pontos de vista muito bem explorados!
    E concordo, que bom que é uma autora nacional isso deixa agente muito feliz!
    Apesar de não gostar muito do gênero Chik-lit depois desta resenha vou sim ler "PORBRE NÃO TEM SORTE"!
    Cheiros da Serena!
    http://leitorcabuloso.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Mneina tu sabe que estou apaixonada pelos chick lits nacionais, eu ja sou fã do genero a um tempo, mas os nacionais estao me deixanod de queixo caido como diz minha mãr kkkk
    E esse parece ser mais um grande sucesso, ja foi para minha listona e com toda certeza vou ler.
    AMei a resenha empolgante e divertida.

    ResponderExcluir
  7. Pattt, adorei!

    Já conhecia o livro mas não lembro de ter lido resenha dele agora.
    Gosto muito quando os personagens não são santinhos, sabe? Que mete os pés pelas mãos e tudo mais. Vou colocá-lo na listinha de prioridades.

    =*
    May

    ResponderExcluir
  8. Amei!
    Muito boa a resenha muito o livro tbm!
    o titulo ja e super engraçado, ja imaginei que a historia fosse bem divertida (e so) mas pelo visto e muito mais que isso, fazendo tbm com que repense nossas atitudes.
    Gostei da personagem tbm, pois ela parece bem real.
    muito fofa a capa. *-*
    bjim

    ResponderExcluir
  9. Oi, Patrícia!
    Obrigada pelo carinho com meu livro. Fico muito feliz quando leio resenhas como a sua, que captaram a essência e a moral da história.
    Autografei o PNTS2 para você hoje na Bienal. Espero que goste.
    Beijos,
    -Leila Rego
    www.leilarego.com.br
    Twitter: @LeilaRego

    ResponderExcluir
  10. Não é muito o meu estilo de leitura, mas talvez eu possa gostar. Nada contra mas tbm nada a favor :P

    ResponderExcluir
  11. Parace ser um livro muito gostoso de se ler. Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  12. De longe o melhor? Já quero... rsrsrs
    Já foi pra minha lista de desejados, assim que tiver uma graninha compro ele... Ai que TUDO!

    ResponderExcluir
  13. Eu tenho muitaaa vontade de ler esse livro, pois parece otimo e super engraçado, como você disse, ainda não li um chick-lt mas tenho vontade de ler esse genero!

    ResponderExcluir
  14. Eu nunca gostei muito de ler chick-lit, mas este eu vou ler sem sombras de duvidas, é tanta gente que leu e gostou, só o titulo já deixa a gente curiosa e a capa é otima tambem.
    Bjs

    ResponderExcluir
  15. não li porque não li ainda o 1º.. mas quero totalmente ler! AMO chick-it
    apesar de não ter lido muitos..
    ta nã minha lista já o/
    beijinhos;
    http://addictiveworld.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. O livro deve ser maravilhoso!!!!!!
    Super divertido e contagiante...do jeito que eu gosto!!!!!..e minha listona crescendo como sempre..kkkkk

    bjus

    ResponderExcluir