Resenha: "Peça-me O Que Quiser" - Pídeme lo Que Quieras - Livro 01 - Megan Maxwell


Primeiro volume de uma trilogia, Peça-me o que quiser, da escritora espanhola Megan Maxwell, é um romance sobre desejo, paixão e erotismo sem limites. Lançada na Espanha em novembro de 2012, a trilogia é um sucesso de vendas no país, aparecendo em todas as listas de mais vendidos. Com tempero latino e uma abordagem excitante, a autora conta a história da secretária espanhola Judith Flores e seu chefe, o alemão Eric Zimmerman, também conhecido como Iceman: um homem muito sério e com os olhos azuis mais intensos e sexies que ela já viu. Recém-chegado ao comando da empresa Müller, antes dirigida por seu pai, Eric tem uma atração instantânea pelo jeito divertido de Judith e exigirá que ela o acompanhe nas viagens de trabalho pela Espanha. Mesmo sabendo que está se metendo numa situação arriscada, a ideia de estar ao lado de Iceman é irresistível. Com ele, a jovem viverá experiências sexuais até então inimagináveis, em um universo de fantasias eróticas pouco convencionais. Conciliando sexo e romantismo na medida exata, Peça-me o que quiser é uma história de amor cheia de encontros e desencontros, na qual os jogos eróticos, o voyeurismo e o desejo de ultrapassar todos os limites do prazer são os grandes protagonistas.


Edição: 1
Editora: Suma de Letras
ISBN: 9788581051789
Ano: 2013
Páginas: 398
Tradutor: Tamara Sender
Avaliação:2

A sinopse do livro "Peça-me o que quiser" deixa o livro um pouco mais romântico do que ele realmente é. Para os leitores que esperavam um romance com cenas eróticas, é provável que se decepcione. O romance em si é praticamente inexistente. Existe sexo, e muito, com diversas pessoas e posições, mas sem romance.

"- Tá bom.... você nunca me disse coisas carinhosas, mas me trata bem e vejo que se preocupa comigo. Por que está dizendo tudo isso?
- Jud... seja realista - Eric endurece a voz - A palavra "sexo" te dá alguma pista?" 
(p. 161)

Judith Flores é uma personagem que no início do livro é cheia de vida, espontânea, engraçada e leal tanto com a sua família quanto com os seus amigos, mas que ao decorrer do livro se torna uma personagem apática, sem graça e sem auto estima. Presa no elevador com algumas funcionárias e um estranho (o Iceman) ela tenta descontrair o ambiente e as pessoas em sua volta, e acaba chamando a atenção do Eric. 

"Devo logo dizer que é alto - eu chego apenas à altura do nó da gravata. Também tem cabelo castanho, beirando o louro, é jovem e de olhos claros. Não me lembra ninguém, e ao perceber que ele me observa à espera  de uma resposta...." (p. 13)

Eric é um homem frio, metódico e mesmo nas cenas em que ele se encontra mais descontraído, não se torna um personagem cativante. Ele trata Judith como uma qualquer, não a respeitando em diversas situações, e o pior é que ela aceita e continua com Eric.
Algumas cenas de falta de respeito ganham destaque muito negativo (esse parágrafo contêm spoilers): a cena da limusine, onde Eric de birra transa com outra mulher e coloca Judith do lado do motorista para que ela saiba o lugar dela (e a trouxa ainda volta com ele), ou a cena do hotel, quando ela se nega a fazer o que ele quer, ele desfila com a Amanda e deixa claro que transou com ela (e a Judith novamente volta com ele). Esse são apenas dois exemplos do que acontece no livro, mas existem muitos outros.
Além disso, Eric é um homem mimado: não sabe ouvir não e usa o cargo de chefe para intimar Judith. Ele acredita que não tem problema em dormir com várias mulheres, mas se um homem sorri para Judith ele é grosseiro com ela.

"Sou seu chefe e sei onde a senhorita mora. Nem pense em não estar pronta às nove em ponto". (p.23)

O diferencial desse livro erótico está no tipo de sexo abordado no livro. Ao contrário dos últimos livros publicados, esse não fala de chicote e algemas e sim de trocas de casais e sexo em grupo. Então muitas das cenas descritas contêm pelo menos 3 participantes. A linguagem também é mais explícita e sendo assim pode não agradar a todos.
Um dos pontos positivos do livro é que houve desenvolvimento dos personagens secundários. Na maior parte dos livros eróticos, a autora/ autor foca nos protagonistas e os demais personagens não ganham profundidade. Em "Peça-me o que quiser" todos os personagens acabam fornecendo informações pessoais, seja o médico ou a irmã de Judith, o leitor conhece um pouco mais sobre eles.
Apesar do lado positivo do livro, a trama é frustrante e repete um padrão que não agrada a todos os leitores: a personagem feminina sofre o livro todo e sempre cede, fazendo as vontades de Eric.
O final do livro é o trecho mais agradável porque parece que o ciclo começa a ser quebrado.
Em relação à revisão, diagramação e layout, a editora realizou um ótimo trabalho. A capa é linda, chama muito atenção e o fato da editora ter colocado o aviso de recomendado para maiores de 18 anos é um ponto muito favorável.

10 comentários

  1. Preciso confessar que tenho meus preconceitos com o gênero, pois li um e odiei.
    Mas tenho bastante curiosidade de ler outro livro, mas este também não me animou muito.

    ResponderExcluir
  2. Eu tenho lido poucos eróticos ultimamente, até porque as histórias vão se tornando repetitivas. Acho que "Peça-me o que quiser" não faz muito meu estilo. Acho que os eróticos são válidos, mas dentro de um contexto mais elaborado, com uma boa história de fundo. Só pelas cenas de sexo acho que não vale a pena.

    ResponderExcluir
  3. Romance erótico já está tãããão batido! São sempre os mesmos enredos, sempre as mesmas descrições de personagens... Me irrita essa submissão por parte das mulheres."Peça-me o que quiser" não é diferente. A capa é realmente muito bonita, mas o conteúdo, se é que tem algum, realmente não me interessou. Uma história erótica não deve ser boa só em termos descritivos de uma cena que envolve atos sexuais, mas sim o conjunto todo da obra, tem que haver um fundamento, uma história.

    http://umadosemaisforte.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi Carol, as capas desta série são lindas mesmo, eu também aprovei. Sexo a 3? Não li nada do tipo ainda. Fiquei ainda mais curiosa.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  5. As capas são lindas realmente! Eu gosto de livros adultos e esses com certeza ja estão na minha lista e essa resenha só serviu para me deixar ainda mais interessada em ler!!!

    Bjsssssssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Não acho que irei ler... tenho birra com livros eróticos e ainda por cima esse Eric é muito babaca, ele é um grosso... ridículo mesmo. Como ela ainda continua com ele depois de tudo isso?? Não gostei nem um pouco. Não fiquei interessada, obrigada por sua resenha sincera.

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  7. Oi, ;)

    Comecei a ler esse livro essa semana realmente achando que teria romance... mas so precisei dar uma olhada nas resenhas tao frustradas que encontrei no skoob pra saber que não é meu tipo de leitura e que com certeza não vou ler.

    Além da sua vi várias resenhas destacando o quanto Eric era abusivo e dominador que adorava humilhar a personagem principal... odeio livros assim. Ainda mais por saber, pela sua resenha, que ela vai mesmo baixar a cabeça pra tudo o que ele manda! Não, não consigo engolir isso =P

    Bom, fora da minha lista... rs'

    ~> Beijusss...;*

    ResponderExcluir
  8. eu li e amei o livro!! mas não acho que ela é não tem auto estima,sem graça. ela não é uma personagem ingênua, indecisa e frágil como outros livros, ela simplesmente mostrou muito bem o que queria e conseguiu.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amei a trilogia quem leu os tres livros sabe como a historia é alem de sexo a Jud mudou a vida de Eric! Eu recomendo o livro e recomendo também o surpreenda-me que está ligado a está trilogia, valeu super apena eu ler terminei de ler ja faz 1 mes estou terminando a trilogia do 50 tons de cinza que também mostra como o Amor pode mudar uma pessoa como mudou o Eric e o Cristian!

      Bjoooo :)

      Excluir
  9. Li a tribologia, me apaixonei pela história e a mensagem que os livros passam talvez não esteja sendo capitada pelos os leitores e autora está de parabéns por sua obra ❤️

    ResponderExcluir