Resenha || Vampiros de Manhattan - Blue Bloods #1 - Melissa de la Cruz


Editora: ID
Páginas: 336
Quando o Mayflower aportou nos Estados Unidos, em 1620, trazia a bordo homens e mulheres que lançariam as bases da sociedade norte-americana. Mas entre os Peregrinos havia também aqueles que não estavam apenas fugindo de perseguições religiosas. Eram os Blue Bloods - um clã que acumulou grande poder e riqueza, tornando-se um dos mais influentes grupos da sociedade de Nova York. Schuyler acabou de completar quinze anos. Veias azuis começam a saltar sob a pele pálida de seus braços. Sente um desejo insaciável por carne crua, e estranhas visões de tempos remotos assombram sua mente. E quando uma garota de seu colégio é encontrada morta, sem nenhuma gota de sangue no corpo, Schuyler não sabe o que fazer. Poderiam ser verdadeiras as histórias de vampiros?
Eu havia enjoado do tema e deixado de lado todos os livros sobre vampiros, pois estou sempre lendo  mais do mesmo e isso acaba tirando espaço para leituras que realmente impressionem ou nos encantem.. Mas não sei porque a vontade de ler Vampiros em Manhattan me pegou, talvez pela capa linda ou mesmo a sinopse que me intrigou, por se tratar de uma história que vem mais antiga, contando sobre como eles chegaram e colonizaram e se firmaram.. e também, claro dando um certo glamour, afinal, não tem como não pensar em vampiros e glamour ao mesmo tempo. E é bem isso, Blue Bloods #1 nos conta a história de como os vampiros chegaram até Manhattan e se firmaram e também nos mostra que há sempre um mal iminente. Em Blue Bloods os vampiros são para lá de lindos, charmosos, glamorosos..
Os Blue Bloods não são cruéis que saem sugando e matando os humanos, eles fazem familiares humanos e sugam pouco, mantendo a vida dos mesmos; possuem um código de ética e ajudam várias instituições de caridade e tal. Para quem está se perguntando, porque Blue Bloods, é porque os mesmos possuem sangue azul, e os humanos são chamados por eles de Red Bloods. O sangue é tudo para um Blue Blood, pois através do mesmo toda a memória de suas existências passadas e herança genética passa para as futuras.
Os mitos de que vampiros não gostam do sol, alho e etc, não passa disso, mito! Eles são imortais, como expliquei acima, o sangue é a chave de sua existência e quando uma pessoa está cansada e seu ciclo acaba, seu sangue é preservado para que possa passar para um novo ser quando a hora chegar e esse ser, terá todas as memórias anteriores, poder e etc. Só que nem tudo é exatamente assim, os Blue Bloods são imortais se não cruzarem com um Silver Blood, que é alguém que pode sugar um Blue Blood até a morte e tomar todas as memórias e poder dos mesmos, como se aquela vida que existe naquele sangue ficasse para sempre aprisionado dentro de um Silver Blood.

A história de Blue Blood é bastante complexa e não gira somente em torno de vampiros fodásticos, podres de ricos e belos sugando por aí.. Existe uma história sobre sua civilização, colonização e envolve personagens distintos que não deveriam existir.. Os Blue Bloods, por exemplo, foram expulsos do céu e acompanhados por espontânea vontade por anjos (vampiros/puros) com interesse de garantir a sua existência e firmação na terra, mas claro Lúcifer não satisfeito, resolveu criar os Silver Bloods, que na atualidade era um mito muito bem escondido, até quem uma aluna de Duchesne aparece morta; uma vampira, completamente drenada.

Falando dos personagens, não houve um foco em cada um especificamente, fomos apresentados a Schuyler uma garota que era comum e se sentia até meio que um peixe fora d'água, já que sua família é decadente em uma escola de pessoas glamorosas e podre de ricas.. Sua mãe está em coma no hospital, segundo médicos, pode acordar a qualquer instante, mas isso nunca ocorreu desde que Schuyler nasceu. Conheceremos sua avó que é uma mulher aparentemente fria, porém em dado momento descobrimos seus motivos e que ela está mais ligada a história do que pensávamos. 
Tem também os gêmeos Jack e Mimi Force, que são unha e carne e possuem uma ligação estranha ao longo das décadas, são sempre destinados a nascerem juntos, assim como estão destinados um ao outro. Entre outros personagens!

Vampiros são vampiros sempre, mas Melissa de la Cruz conseguiu dar um tom diferente ao tão batido tema e eu gostei demais! Já estou lendo o segundo volume e ansiosa para contar para vocês!

16 comentários

  1. Oi Karini, tudo bom?
    Adorei a resenha, sei como é enjoar de historias de vampiros, eu ainda não conhecia esse livro, mas pelo visto ele é bom, realmente a capa é linda, fiquei interessada em conhecer o livro.
    Beijos *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena Camila, faz tempo que realmente corro de vampiros. Mas é tudo tão diferente nesse livro que realmente torna-se atrativo.

      Excluir
  2. Também ando meio enjoada de vampiros mas esse livro me interessou muito! Fora a capa lindíssima, a história parece ser muito legal mesmo, uma coisa bem civilizada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É diferente Nathalia, a história deles é diferente das que lemos por aí.. Lúcifer foi expulso do céu e junto outros .. que vieram para terra como vampiros, alguns seguiram Lúcifer tornando-se Silver Blood.. aqueles que não seguiram, possuem regras e respeitam os Red Blood .. mas é tanta coisa que fica complicado explicar em uma única resenha.
      Se tiver oportunidade, leia!

      Excluir
  3. Oie,
    Não curto muito livros de vampiros, mais por incrivel que pareça esse livro me interessou bastante.
    Quem sabe eu tenha a oportunidade de desfrutar da historia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena Sarah, pois apesar do tema batido e bobo até, com tantas historinhas que criaram por aí.. esse certamente se destaca!

      Excluir
  4. Olá,Karini.

    Eu também tive uma época que fugia da temática vampiros, me enjoei mesmo. Voltei lendo VA e amando a escrita da Richelle Mead. Agora que conheci Blue Bloods e fiquei bem animada com a leitura. O livro é escrito em terceira pessoa? Quero conhecer esses Silver Blood. Adorei a forma que a autora foi incluindo mais seres nessa estória. Parabéns pela resenha, me deixou bem animada. E que capa mais linda essa.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Sorteio Fim de ano

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula acho que você irá gostar. Tem muitas singularidades que foge do mesmo..
      É realmente muito interessante!
      Eu no começo não dei nada por ele.. mas agora já estou no terceiro volume!

      A resenha do segundo sai logo logo aqui no Mix!

      Excluir
  5. Oi! Achei diferente esse livro. Vampiros ao mesmo tempo que são imbatíveis, não são mais. Parece que um segredo ronda a família de Schuyler, a sua mãe não deve está de coma por um acaso ou fatalidade. Nunca pensei na colonização dos vampiros, nenhum livro parece abordar isso, entendo que esse é mais complexo e mais apaixonante também.

    ResponderExcluir
  6. Que capa linda *-*, me lembrou a Nikki Reed, sem a pinta. Adoro estórias com vampiros, são fascinantes e não me canso nunca. Mas é claro que não leio só do gênero, é mais romance. Mas enfim. A história antiga chama mesmo a atenção. O título é bem interessante, blue bloods, ainda bem que não massacram todo mundo. Mas sabe que esse Sylver blood me lembrou um anime que assisti? Chama trinity blood, eles são vampiros que sugam sangue de vampiros apenas. Será que veio inspiração dele? '_'. Os personagens parecem interessantes. Fiquei curiosa e quero ler.
    Abraços Karini,
    ThayQ.

    ResponderExcluir
  7. Curto muito histórias com vampiros e essa parece ser ótima, sua resenha me deixou bastante interessada em conferi esse livro.

    ResponderExcluir
  8. Achei a historia bem diferente do que eu ja li sobre vampiros o que me deixou interessada gosto muito da Melissa de la Cruz o que só me deixar mais curiosa pelo livro e adorei a capa e linda!!!

    ResponderExcluir
  9. Oi :}
    Sou doida pra ler essa série porque sou apaixonada por essas capas ..
    Sabe, eu nunca enjoo de vampiros, e esse livro me parece maravilhoso porque ele se aprofunda mais na histórias deles, foi exatamente o que me cativou.
    Ah, o título já chama super atenção não é?
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi Karini!!! Eu amo vampiros e seres sobrenaturais, então acho que nunca vou deixar de ler sobre eles!!! kkkkk Adorei as capas dessa série, ela ja faz parte da minha lista de leitura, mas agora com essa resenha acho que vou antecipar um pouco as coisas!!!

    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  11. Oi Karini
    Adorei a capa, imagino q a historia seja ótima.
    Lerei em breve.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Amo livros de vampiros e depois de ler a sua resenha fiquei bem curiosa para saber como se desenrola a trama.
    Parabéns pelo blog!

    Beijos!
    Viviane Gonçalves
    vsg_caue@hotmail.com

    ResponderExcluir