Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Com pais indiferentes, Iona Sheehan cresceu ansiando por carinho e aceitação. Com a avó materna, descobriu onde encontrar as duas coisas: numa terra de florestas exuberantes, lagos deslumbrantes e lendas centenárias – a Irlanda.
Mais precisamente no Condado de Mayo, onde o sangue e a magia de seus ancestrais atravessam gerações – e onde seu destino a espera.Iona chega à Irlanda sem nada além das orientações da avó, um otimismo sem fim e um talento inato para lidar com cavalos. Perto do encantador castelo onde ficará hospedada por uma semana, encontra a casa de seus primos Branna e Connor O’Dwyer, que a recebem de braços abertos em sua vida e em seu lar.
Quando arruma emprego nos estábulos locais, Iona conhece o dono do lugar, Boyle McGrath. Uma mistura de caubói, pirata e cavaleiro tribal, ele reúne três de suas maiores fantasias num único pacote.
Iona logo percebe que ali pode construir seu lar e ter a vida que sempre quis, mesmo que isso implique se apaixonar perdidamente pelo chefe. Mas as coisas não são tão perfeitas quanto parecem. Um antigo demônio que há muitos séculos ronda a família de Iona precisa ser derrotado.
Agora parentes e amigos vão brigar uns com os outros – e uns pelos outros – para manter viva a chama da esperança e do amor.
 


"Bons sonhos apenas - murmurou, tocando no talismã pendurado sobre as camas de seus filhos. - Sã e salva durante toda a noite. Que tudo que você é e tudo o que você vê a ampare da escuridão para a luz."

No ano de 1263 conhecemos Sorcha, a poderosa Bruxa da Noite. Mãe de três crianças e esposa do chefe de um grande clã, ela vive com os filhos em sua casa enquanto o marido está na guerra. Acontece que ser alguém tão poderoso atrai a atenção de pessoas sedentas por mais poder, como Cabhan.

Após muitas interações entre esses dois, Sorcha não vê alternativa a não ser passar os seus dons para seus filhos e descendentes. Assim, em determinado momento da história, Cabhan poderá ser finalmente destruído. E é com essa premissa que somos transportados para o ano de 2013, onde conhecemos três primos na Irlanda: Iona, Branna e Connor.

O primeiro livro irá focar um pouco mais na história pessoal de Iona, uma jovem que nunca se sentiu em casa com seus próprios pais, que raramente davam atenção a ela. A única constante amorosa de sua vida é a querida avó, que a incentiva a descobrir a história da família e a mudar-se para a Irlanda. Portanto, Iona larga tudo para conhecer seus primos e tentar recomeçar em um local distante e mágico.

"Romance, um lar, um salário fixo, um cavalo magnífico que podia chamar de seu e a nova e esplêndida compreensão de sua arte. Se não fosse de uma ameaça de um demônio antigo, sua vida seria perfeita."

Acontece que Iona é muito bem recebida pelos dois primos, mas precisa arranjar um emprego. Com sua afinidade natural por cavalos, que emprego seria melhor do que trabalhar no estábulo local?  Além disso, não é tão ruim que o chefe seja Boyle, um homem sexy e um tanto intrigante, apesar de ser um pouco brusco.

O livro tem todos os elementos necessários para os fãs da autora Nora Roberts se apaixonarem: um ótimo enredo, romance e muita mágica.  Um dos detalhes que se destacaram nesse primeiro livro é que o romance é colocado em segundo plano, deixando como foco principal a história da família, o treinamento mágico e algumas explicações sobre o grupo de amigos envolvidos. Dessa forma, o leitor consegue ter uma boa ideia de quem serão os protagonistas dos próximos dois livros e se divertir com suas interações.

"Você não pode apenas esperar finais felizes. Tem que acreditar neles. E se esforçar, correr riscos. Matar o dragão, embora eu realmente ache que os dragões são muito fortes. Beijar a princesa ou o sapo, derrotar a bruxa malvada."



6 Comentários

  1. Estou doida pra ler esse livro, amo as história da Nora Roberts, curto muito Sobrenatural e cada resenha me deixou ainda mais ansiosa em conferi essa trilogia, preciso desse livro pra ontem.

    ResponderExcluir
  2. Meu próximo da lista com certeza ..

    ResponderExcluir
  3. Oiee!
    Acho que sou a única pessoa que não quer ler esse livro, me sinto um ET rsrs
    Sou fã da Nora e gosto dos livros dela, mas esse em especial não despertou meu interesse, o fato dele ter deixado o romance em segundo plano, sei que é necessário para que o leitor entenda tudo, mas pra mim Nora é romance, e se não tem como estou acostumada é melhor deixar para os milhares de fãs que estão ansiosos por essa leitura.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  4. Nora <3 gente eu quero muito ler esse livro, mas já comecei um monte hauahsj to meio perdida

    ResponderExcluir
  5. Quero muito ler esse livro!!! Faz pouco tempo que comecei a ler Nora Roberts e já sou fã dessa escritora!! Assim que colocar minhas leituras em ordem pretendo ler esse livro, mas não vou me apressar muito pois pelo jeito será um trilogia, então terei tempo pra me organizar melhor tenho livros demais pra ler e tempo de menos disponivel no momento!!!kkkkkk

    Bjsssssssssss

    ResponderExcluir
  6. Faz tempo que quero ler algo da Nora mas até agora não pus isso em prática.Achei bacana o romance não ser o foco central da trama,como o nome bem sugere quem vai ler procura magia.
    E histórias que se passam na Irlanda são minhas favoritas pois sou apaixonada pelo país.

    ResponderExcluir