Resenha: Madrugada de Desejo - Jayne Fresina

Editora: Única
Páginas: 288
Ano: 2015

*Acervo Pessoal
Um jogo de mistério e sedução que não terminará a menos que os dois se entreguem. A Inglaterra do século XIX é elegante, charmosa e aventureira. Um lugar onde é difícil não se deixar levar pelos deliciosos (e perigosos) jogos que lords e ladies libertinamente experimentam. Não poderia ser diferente na bela Brighton, o lar de Ellie Vyne e James Hartley: inimigos declarados desde a infância. Ellie sempre foi uma mulher de ideias a frente de seu tempo, temperamento forte, ousada e, principalmente, avessa a todas as tentativas de suas irmãs para lhe arrumarem um marido. Afinal, com 27 anos era um absurdo ainda perambular sozinha por aí. E é claro que James, um dos solteiros mais cobiçados da cidade, fazia questão de deixar clara sua desaprovação. Durante suas misteriosas escapadas, Ellie rouba algo muito precioso de James, que não terá paz até descobrir a identidade do ladrão. Querendo ou não, eles estão cada vez mais próximos. Como resistir ao charme de James e levar sua mentira adiante? Nesse jogo de perdição, Ellie arriscará tudo, inclusive seu coração. Enquanto James tenta desvendar o segredo da jovem, o desejo proibido que surge entre os dois será capaz de romper com todas as regras da alta sociedade inglesa.

Eu amo romances. De todos os tipos. Aliás, acostumem-se eu só leio isso, (que mala, haha). Ah eu sou romântica ué. Pode ter sexo, suspense, policial, até um drama de leve dentro, mas tem que ter muito amor! Como ando numa fase meio trash, estava precisando muito de um romance leve. Fui nos meus bebês, e peguei esse romance gracinha de época. Quer ler uma coisa mais leve? Não tem erro, mira no de época. Dá sempre pra tirar umas risadas, de cenas inocentes, diálogos engraçados e inteligentes. cenas de amor são suscintas e cheias de intensidade. Eu adoro.

Em Madrugadas de Desejo não foi diferente. Ellie e James são de famílias inimigas desde criança. Tipo Montéquios e Capuletos sabe? Se odeiam, porque os avós de odiavam, os pais, os tios, e por aí vai. Então, aquele clima "gata e rato" reina desde o início, uma de-li-ci-nha! Ela é a irmã mais velha e solteirona (coitada só tem 27 anos) e não casou por opção, não acredita no casamento, e guarda no coração uma paixão recolhida...por quemmmmm? Tcharammm! Ele é um fanfarrão, mulherengo, lindo, rico e precisa casar urgentemente. Quando mais jovem chamava ela de "Ellifoa". 

O tempo passou, Ellie se tornou uma mulher linda, mas continuaram inimigos. Num baile a fantasia, ele "esbarra" com a Rainha da Inglaterra" e se sente atraído depois do beijo arrebatador. Ela sai as pressas, e ele jura que vai encontrá-la. Na busca da mulher misteriosa, que ela credita ser a mulher da sua vida, surgem cenas impagáveis, hilárias e sexys. Mil personagens aparecem na trama e você pensa, "meu deus, pra que esse cara ta entrando na historia?" e no final tudo faz sentido! Dei muita risada. E quem adivinha quem é a astuta "rainha"? Entre idas e vindas, a trama é muito legal, o clima de amor e ódio é engraçado e ver um devasso se rendendo é apaixonante!! 

Amei cada segundo com esses dois, e Madrugadas de Desejo foi uma grata surpresa!
Karla

8 comentários

  1. Nossa! Adorei a sua resenha, concordo que nunca pode falta um romance nos livros...me deu mta vontade de ler esse livro...
    Parabéns, sua resenha foi cativante
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Oláááá...
    Não lei muito romance de época mas me interessei por esse...parece um livro bem divertido e essa coisa de famílias se ousarem da uma ar de romance proibido...quero muito ler..enfim ADOREI a resenha..
    Bjs

    ResponderExcluir
  3. Eu também sou romântica e adorei a resenha! Agora tenho de ler o livro

    ResponderExcluir
  4. Amo romances, sou a famosa romântica incurável, mas romances de época nunca li, mas esse parece ser mto fofo!!!!
    Entrou pra "listinha"!!!
    Parabéns pela resenha!!!!
    👏👏👏

    ResponderExcluir
  5. Oi Karla, tudo bem?
    Também amo romances, de TODOS os tipos, rsrsrs.
    Que fofo esse livro, essas brigas de gato e rato entre o casal são o tipo de clichê que amo nos romances de época! Estou doida para saber como esse casal vai terminar! Que bom que a autora soube dar desfecho a tudo, torna a leitura ainda mais maravilhosa! Amei.
    Beijos ;*

    ResponderExcluir
  6. Eu também amo romances! Pode até ser de outros gêneros, mas precisa ter romance (e precisa terminar com um final feliz hahaha).
    Romance de época realmente não tem erro. Eu tenho muita vontade de ler esse livro, ele parece ser super fofo e apaixonante, e eu tenho certeza que também vou amar essa história.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Karla
    Também sou apaixonada por romances, e eu gosto que tenha algum romance em todos os livros que leio, seja policial, fantasia... Eu realmente gosto muito de romance rs.
    E amo romances de época, eu li esse livro e ameeei ele. Achei a história tão fofinha e gostosinha de ler, realmente é ótimo ler livros assim de vez em quando *u*
    Bjss ^^

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Um leve romance de época sempre é bem vindo em minha lista de leitura. Não tinha conhecimento desse livro mas adorei poder conhecer. A história me lembrou um pouco a Romeu e Julieta, já que as famílias se odiavam. Já coloquei na lista de compras!

    Meu blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir