Resenha: Carmim - Catarina Muniz

Editora: Ler Editorial
Paginas: 240
Ano: 2017
Louis, um publicitário ítalo-americano na faixa dos 30, não tem do que reclamar: é bem-sucedido, viajado, extremamente belo e sedutor. Porém, o falecimento repentino de seu avô o faz descobrir uma carta amarelada e amassada, e com ela, a espanhola Carmen.
Seu único objetivo era proteger a herança da família, dona de uma rede de confeitarias italianas espalhadas pelos EUA, mas ele acabará preso em teias encaracoladas cor de carmim.
"Com uma escrita sensual e poderosa, Catarina Muniz presenteia os leitores com uma história intensa que trata de um relacionamento considerado proibido aos olhos da sociedade, mas não para o coração. Uma trama forte, e ao mesmo tempo divertida, que vai desafiar o leitor a se despir de seus preconceitos e mergulhar numa história de amor cativante e inesquecível."
A. C. Meyer - autora de: Cadu e Mari, e da série After Dark
Seguindo meu projeto pessoal de ler mais livros nacionais até o final do ano, começo com esse livro maravilhoso, um romance sensual de Catarina Muniz, que tive o prazer de conhecer pessoalmente aqui em Recife e, foi como uma injeção de entusiasmo para que eu comece a me arriscar nesse mundo magico da literatura.
Até o final do mês de dezembro, pretendo trazer mais alguns livros nacionais, de preferencia os no Nordeste, mas claro, sem esquecer os incríveis talentos dos outros estados. 

Louis é um homem rico, lindo e sexy, que vive em Miami com sua família. Todos descendentes italianos. 
Seu avô Vittorio veio tentar a sorte ainda muito novo na cidade, cresceu bastante e fez fortuna. Com a morte do avô, Louis descobre um segredo guardado a sete chaves. O velho Vittorio tinha uma filha fora do casamento. 
Logo Louis tem a ideia de descobrir quem é a bastarda do seu avô e, para sua surpresa, descobre que ela mora mais próximo do que ele podia imaginar. 

Do outro lado da história, está Carmen. Uma ruiva linda que foi tentar a vida em Atlanta, depois da morte de sua mãe. Carmem fora abandonada pelo pai quando ainda era muito pequena e nunca mais teve notícia nenhuma dele. 
Mas o destino sempre prega peças. Louis conhece Carmem e os dois se apaixonam perdidamente. Porém, o que Carmem não sabe, é que Louis esconde um segredo que vai mudar suas vidas. 
Catarina Muniz tem uma facilidade muito grande de escrever. A gente fica imaginando as pessoas, sente como se aquilo pudesse acontecer conosco, ou mesmo com um amigo, um vizinho. 
O vocabulário sempre muito fácil de compreender, sem palavras difíceis. 

Eu adorei a história e sofri com Louis a cada ida e volta a Atlanta. 
Carmem é uma personagem contagiante, dá para sentir o prazer que ela tem pela vida, pela independência. 
A história é envolvente e muito, MUITO sensual. Aliás, Carmim é um livro que está longe dos clichês românticos que estamos habituados a ler. 

Ela descreve as cenas de sexo com muita vivacidade e, fala bastante palavrão. Mostra a realidade do sexo. Nada daquela coisa melosa, mas tão envolvente, que você se excita e quer viver aquilo também.
Louis é aquele homem que só existe nos livros: PERFEITO. 
Mas, a gente pode sonhar e se apaixonar por ele, já que desse modelo, só nos livros mesmo. 

O final foi lindo e me peguei chorando. "Só quem é mãe, entende."rsrsrs
No mais, é uma história incrivelmente bela, bem contada e contagiante. 
Mas devo confessar uma coisa, e que me perdoe minha querida Catarina: mas todo o meu amor e carinho continuam sendo de ninguém menos que Melinda, a dama de papel.

11 comentários

  1. Olá! Adoro conhecer novos autores nacionais, achei o enredo do livro bem interessante, possui todos os ingredientes que eu gosto em um livro, mocinho perfeito e mocinha independente, em uma história envolvente, doida para ler esse final.

    ResponderExcluir
  2. Coisa mais linda da vida!!!!!! Obrigada ao blog pela resenha e especialmente a Di pelas palavras e pelo carinho!! É o melhor combustível pra um escritor. <3

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Gostei do livro, tem uma premissa muito interessante e boa. A historia tem um romance bem clichê e super fofo, ainda mas com mistério no ar. Não conhecia mas gostei de conhecer e já anotei na lista de leitura.

    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  4. Parece ser bem envolvente mesmo, apesar de parecer clichê.
    Ah, só uma observação: amo essas fotinhas no final do post!

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Curti demais a resenha, amo romances nesse estilo, até um pouco meloso eu gosto. Não sou de ler muitos livros nacionas, mas esse vou ler com certeza.

    ResponderExcluir
  6. Oi tudo bem?

    Gostei bastante da sua iniciativa de dar chance a leitura de livros nacionais, é uma coisa que venho tentando fazer também afinal temos autores maravilhosos por esse Brasil - Alias indico O Safado do 105 da Mila Wander! O romance parece ser muito fofo e divertido acredito que é um bom livro cura ressaca, irei ler!

    ResponderExcluir
  7. Oi Di!
    Não conhecia o livro e me surpreendi vendo que era nacional, também tô com um projeto de ler mais nacionais no próximo ano.
    Sobre a história, dá pra perceber que o clichê está nela, mas parece um romance com uma leitura bem leve, com todos os elementos pra história se tornar apaixonante, fora que curti o que contou sobre as cenas hots, rs. Gostei da resenha, é um livro que pretendo ler e conhecer mais da autora.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá Di ;)
    Amei sua meta de ler mais nacionais, e como sou do Nordeste, adoraria indicações suas de romances de autoras daqui *-*
    Adorei a indicação de Carmin, não conhecia o livro mas fiquei bem interessada em ler depois da sua resenha. Gosto de livros hot, e já sei que vou me apaixonar por esse Louis, esse mocinho maravilhoso kkkk
    E já foi procurar saber mais sobre A Dama de Papel, obrigada pela indicação!
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Não sou muito de romance sensuais esses lindos não fazem Meu gênero sempre tenta sair mas sempre acaba abandonando livro desistindo da história

    ResponderExcluir
  10. Já tinha visto esse livros em alguns sites, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha sobre ele. Acho muito legal esse projeto de ler nacional e valorizar os autores daqui. A história parece ser interessante, bem picante. Gostei do nome do avô do Louis, achei diferente. E coisinhas assim chamam minha atenção, assim como a protagonista ser ruiva. Não costumo ler livros sensuais assim, mas esse parece ser divertido e ótimo pra passar o tempo. Talvez eu dê uma chance um dia.

    ResponderExcluir
  11. Um romance diferente e envolvente!

    ResponderExcluir