Editora: Verus
Páginas: 350
Ano: 2017

*Acervo pessoal

Sinopse - Aos vinte e um anos, Lizzie deveria estar empenhada em fisgar um noivo e finalmente se casar. Entretanto, após uma decepção amorosa, o coração da jovem só palpita por sua grande paixão — os estudos sobre o povo e a cultura celtas. Esse interesse faz com que ela troque os concorridos salões de baile de Londres pelas estradas desertas e sinuosas das Highlands escocesas. Ali, ela conhecerá Gareth, o enigmático líder do clã que vive no local mais remoto e bucólico da Escócia. Envolto em uma aura de mistério, ele luta para manter suas tradições, seus segredos e, principalmente, seu povo em segurança. Enquanto o austero Gareth tem a vida toda sob controle e resiste a mudanças, Lizzie está muito entusiasmada com suas explorações e descobertas. Porém a vida de ambos é alterada de maneira inexorável quando uma fatalidade transforma a tão sonhada aventura de Lizzie em pesadelo.Vindos de mundos tão diferentes, mas unidos por uma atração irresistível, Lizzie e Gareth vivem uma paixão proibida e desafiadora, sem saber que finalmente poderão encontrar aquilo que só ousavam buscar em sonhos.




Elizabeth Harold, a Lizzie, é uma jovem proveniente de uma família amorosa e compreensiva, que na sua estreia na sociedade londrina encontrou alguém que ela achou que poderia ser "o homem certo". Após um curto espaço de tempo, ela sofre uma grande desilusão e acaba decidindo desistir de se casar e resolve apenas se focar no grande amor da sua vida: os estudos sobre o povo e a cultura celtas.

Alguns anos se passam e aos 21 anos de idade, Lizzie tem a oportunidade de visitar as terras que tanto ama. Porém, o trajeto é repleto de perigos e um deles a atinge, fazendo com que ela vá parar em um local escondido, mágico e cheio de pessoas que não suportam os ingleses.

Gareth é o líder de seu clã e um homem com muitas responsabilidades em suas costas. O seu clã teve bons motivos para passar tantos anos escondidos e agora, é um grupo isolado, nada receptivo e cheio de traições. Alguns se consideram mais aptos para liderar do que Gareth e o fato de que ele trouxe uma inglesa para o clã não o ajuda em nada. 

"Acontece que aquele homem enorme, parado a alguns metros dela, tinha algo de sombrio. Era rústico, selvagem, poderoso, rodeado por uma aura magnética e ameaçadora, como um guerreiro celta, como se a sombra dele fosse o lobo, como se ele mesmo fosse o lobo."

O problema é que Gareth sentiu-se atraído pela desconhecida desde que a viu pela primeira vez e não consegue entender o que está sentindo. 

Sentiu-se perdido entre a vontade de cuidar dela, oferecendo conforto, e a necessidade de subjugá-la por ela ser a única inglesa capaz de pôr os pés naquele castelo em uma centena de anos. Castigá-la por ela o desafiar, fazendo com que ele se lembrasse do que enterrara em sua alma. Fazê-la sofrer por trazer de volta o passado." 

Lizzie fica fascinada e ao mesmo tempo aterrorizada, pois está em um local mágico, que tem todos os elementos que passou a vida toda estudando. Porém, ela também é meio que uma prisioneira, já que não tem liberdade para explorar o local e nem para entender o que se passa em meio as discussões.

Presos no meio dessa situação, os dois vão desenvolver sentimentos fortes um pelo outro, mas conforme a história do clã vai sendo revelada, ambos terão que fazer sacrifícios e arriscar tudo para sobreviver.

Lizzie é inteligente, bonita e questionadora. Tem um amor pela vida e pelas descobertas que é contagiante. Gareth é sério, tenso, taciturno e tem uma personalidade dura demais, graças as suas responsabilidades e ao passado, que pesa muito em sua consciência.

“Finalmente entendi a fascinação que os músculos masculinos e os kilts exercem. Duvido que houvesse uma só celta que contradissesse minhas conclusões. - Diário de Estudos de E.H, 1867."

Beijos Dani.

10 Comentários

  1. Olá!
    Esse livro me deixa tanto curiosa em ler, eu já li varias resenhas dos livros dessa autora que só me faz me apaixona pela historia que ela escreve. Esse é mas um romance super fofo que deixa o leitor apaixonado. Eu já anotei na lista de desejados.


    Meu Blog:
    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  2. AAAA QUE ARRASO ESSA CAPA!
    Eu amo esse tipo de história, com certeza entrará para minha lista de desejos rs

    Bom final de semana!

    ResponderExcluir
  3. Oi tudo bem?

    Confesso que já tinha visto essa capa por aí e ouvido falar muito bem sobre essa autora mas nunca li de fato! Eu amo um romance de época confesso que quando os protagonistas vão se apaixonando aos poucos e onde a mocinha e bem inteligente e não faz tudo o que o protagonista pede - odeio isso em livros, meu coração transborda de amor haha! Tenho que ler esse livro em breve.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oi Dani!
    Já tive uma experiência com livros da Babi, e confesso, acho a escrita da autora mto arrastada e cansativa. Quando vi esse lançamento fiquei curiosa, quero ter a oportunidade de ler para ver se minha opinião muda, o enredo parece bem feito e bem romântico! Me encantei com a capa ...
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá! A Babi A. Sette tem uma escrita bem envolvente e esse livro parece que vai ser espetacular, amo romances com escoceses, e, além disso, ainda terão todos os ingredientes que eu amo: aventura, romance e mistérios, ou seja, receita perfeita para uma leitura maravilhosa.

    ResponderExcluir
  6. Sou apaixonada pela Babi a Sette e por todos seus romances de época aliás por todos os romances de época em geral eu sou a louca dos romances de época Mas eu ainda não pude ler esse livro dela mas sou apaixonada pelo livro A Promessa da Rosa e espero que seja tão bom quanto

    ResponderExcluir
  7. Ainda não li nenhum livro da Babi, mas sei que é uma das autoras nacionais mais queridas nos últimos tempos. Assim como não li nada dela também não li nenhum romance de época, apesar de todos os elogios, eu ainda não senti aquela empolgação pra ler. Toda resenha me faz ter a impressão que os romances de épocas são todos iguais. Mas achei esse muito interessante, o protagonista parece passar um ar de mistério e sem dúvidas por abordar a cultura celta que é uma cultura que eu não conheço muito, mas parece ser bem única. O livro me passa a sensação de ser bem fofo, com um romance que faz o leitor suspirar. Achei a capa maravilhosa, a editora arrasou.

    ResponderExcluir
  8. Oi Dani ;)
    Simplesmente amo histórias que envolvem os highlanders escoceses, principalmente depois de fica viciada em Outlander. Ainda não tive a chance de ler nenhum dos livros da Babi, mas comprei o físico de Não Me Esqueças, e só depois descobri que a história é da filha do casal de A Promessa da Rosa kkkk
    Acho que vou gostar da Lizzie, ela parece o tipo de personagem com opinião forte e que luta pelo que acredita. Espero gostar da história, e do Gareth também claro!
    Bjos

    ResponderExcluir
  9. Me encantei com essa resenha Dani, com certeza irei inclui-la na minha lista pra ler.

    ResponderExcluir
  10. Que livro legal, estou encantada pela história. É o tipo de livro que gostoe desde a primeira resenha que li, ja incluir na lista para comprar. So o título que na minha opinião não tem nada a ver, mas tudo bem, quero o livro assim mesmo.

    ResponderExcluir