Editora: HarperCollins Brasil
Série: Uma Dobra No Tempo #1
Páginas: 240
Ano: 2017

Sinopse: Um clássico da fantasia e da ficção científica emerge!

Era uma noite escura e tempestuosa; a jovem Meg Murry e seu irmão mais novo, Charles Wallace, descem para fazer um lanche tardio quando recebem a visita de uma figura muito peculiar.

“Noites loucas são a minha glória”, diz a estranha misteriosa. “Foi só uma lufada que me pegou de jeito e me tirou da rota. Descansarei um pouco e seguirei meu rumo. Por falar em rumos, meu doce, saiba que o tesserato existe, sim.”

O que seria um tesserato? O pai de Meg bem andava experimentando com a quinta dimensão quando desapareceu misteriosamente... Agora, com a ajuda de três criaturas muito peculiares, chegou o momento de Meg, seu amigo Calvin e Charles Wallace partirem em uma jornada para resgatá-lo. Uma jornada perigosa pelo tempo e o espaço.
Uma dobra no tempo é uma aventura clássica, que serviu de inspiração para os mestres da fantasia e da ficção científica do mundo, agora adaptada para os cinemas pela Disney. Junte-se à família Murray nesta jornada, entre criaturas fantásticas e novos mundos jamais imaginados.

Uma Dobra No Tempo lançado recentemente pela Editora HarperCollins Brasil veio em uma edição de capa dura comemorando seus cinquenta anos; um clássico da ficção científica, logo quem curte o gênero com certeza já ouviu falar e quem não curte, essa é a hora de conhecer essa história e abrir sua mente! Sou apreciadora do gênero, então, tão logo soube dessa novidade eu fiquei louca para ter e ler!

Este é o primeiro volume de uma série e espero que os demais venham logo. Aqui temos uma história de início "meio estranha", pois temos uma família atípica cujo pai cientista trabalha para o governo e a um tempo não envia notícias após uma viagem para fazer algum tipo de missão secreta; na cidade parece que todos comentam e conspiram a respeito sobre as crianças e mãe abandonadas.. E isso irrita muito nossa protagonista Meg; ela tem um irmão que é peculiar e o que ela descobre a respeito de si mesma - "é que ela não é uma coisa nem outra" - o que isso quer dizer? Meg não sabe! Mas quer muito descobrir, além de encontrar seu pai, claro!

Meg é muito inteligente, mas à sua maneira, porém desde o sumiço do seu pai e falta de contato, ela anda com muita raiva de tudo e de todos e não sabe como não se sentir dessa maneira. Percebe que sua mãe sofre, mesmo que tente não demonstrar, seus irmãos gêmeos são comuns, mas seu irmão caçula Charlie é uma coisa inexplicável ou pelo menos que ela não entende ao certo; todos pensam que ele não fala, ou é "burro", afinal todos eles são filhos de pais brilhantes, inteligentes, então se espera que suas crias sejam exatamente igual ou superior. Mas Meg se sente na verdade incapaz, com dificuldades, tem uma teimosia atroz, mas também uma coragem e coerência para lidar com situações difíceis que nem mesmo seu irmãozinho super inteligente consegue. Ele pode entender melhor as coisas peculiares, mas isso o torna imprudente e audacioso quando deveria ser cauteloso. E justamente os defeitos de Meg quem irão se destacar em muitos momentos de perigo e preocupações! Com isso Meg, seu irmão, um amigo inesperado, a Senhora "Quem" e suas amigas, embarcam em uma aventura inimaginável na quinta dimensão em busca do seu pai e posteriormente descobrem, que em busca de muito mais do que foram atrás! 

Uma enorme aventura cheia de perigos e desafios é o que vocês podem esperar dessa incrível história!

A história traz situações e narrativa que as vezes confunde nosso raciocínio; porém no decorrer da leitura senti que era apenas falta de "jeito" com a forma como as coisas foram sendo apresentadas. Como as três senhoras, "Quem" e suas amigas, que em outro plano não eram bem senhoras. Como as peculiaridades de todo enredo desde a personalidade dos personagens ao grande "vilão" do enredo. Mas quando entramos no clima as coisas fluem e a leitura encanta e prende.

O livro é recomendado para jovens adultos, mas também pode ser facilmente lido por crianças; ele tem uma pegada infantojuvenil a meu ver. Os personagens que dão cor a trama são crianças de idades diferentes, mas ainda sim crianças. O vocabulário é infantil em vários momentos e em outros mais misterioso e diferente - acredito que seja um livro para todas as idades e não para um público x; afinal tenho trinta e três anos e curti muito essa leitura!

Esse livro está sendo adaptado para as telas e estou muito curiosa, pois já conta com um elenco forte de atores renomados como Oprah Winfrey, Reese Witherspoon e Chris Pine, entre outros que enriquecem a trama para as telas.

Deixo vocês com o trailer do que está por vir - e quem não entendeu bem a trama do livro ou tem dúvidas, acredito que nas telas ficará mais fácil essa compreensão. É uma grande aposta da Disney e minhas expectativas estão em alta!



18 Comentários

  1. Oi Karini!
    Leio pouca ficção científica e são poucos livros do gênero que me prende ... Acho que é mesmo questão de gosto, porque li resenhas em negativas do livro, enquanto a sua está positiva, tinha dado uma desanimada porque disseram que as falas dos personagens não condizem com a idade que teem.
    Não sei se iria gostar de Meg, não simpatizei com ela, mas o enredo até que está bem legal .. Gostei do trailer também, quero assistir a adaptação, quem sabe não fico com vontade de ler o livro depois.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então, posso explicar um pouco. Eu li resenhas negativas depois que postei a minha também e percebi que muitas pessoas sequer entenderam o que estavam criticando. Longe de mim me achar super expert, mas leio muita coisa do gênero e a questão das falas que citou é o seguinte os personagens são crianças e são crianças especiais, diferentes que percebem o mundo ao redor diferente que viajam em uma outra "dimensão", que são de outra época.. Vai ter o filme e acredito que muitas pessoas vão conseguir entender melhor o livro quando verem o filme.

      O livro é muito bom e estou mega ansiosa pela continuação e também pelo filme que conta com grandes nomes no elenco!

      Excluir
  2. Respostas
    1. É diferente. Se for ler, tenha a mente aberta, principalmente por ser personagens infantis, mas que ao mesmo tempo possui uma inteligência além do seu tempo e idade.
      Jéssica, foi uma experiência e tanto!

      Excluir
  3. Já comecei gostando da trilha sonora do filme rs
    Espero que a Disney faça uma boa adaptação, parece que vai ser legal!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também espero. Mega ansiosa para assistir Giovanna!

      Excluir
  4. Não sabia que o livro estava completando cinquenta anos e achava que era algo mais recente. Não costumo ler ficção científica, não leio por não ter o hábito e ter a impressão de que pode ser uma leitura difícil. O que provavelmente é uma impressão boba minha porque não quer dizer que todos sejam assim. Os personagens parecem ser todos bem peculiares, tendo cada um destaque de forma diferente. Adoro ver filmes e por isso fico acompanhando os trailers que vão saindo e quando assisti isso não me senti tão impressionada, não sei explicar mais não fiquei tão empolgada, só que agora vendo resenhas do livro fiquei com vontade de assistir e até de ler. Acho que é bem legal quando o livro tem esse dom de encantar vários públicos e acredito até que querer colocar um livro somente para um público como se fosse regra é algo errado porque cada pessoa tem seu jeito.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os personagens são realmente peculiares - únicos! Fantásticos! Cada um com uma característica marcante e pessoal. Os livros de ficção não são todos em si difíceis, mas eu costumo dizer que tem que ter a mente aberta, tem que ter paciência para se ambientar ao clima, ilusões, teorias e etc.

      Eu amei a leitura e estou louca para assistir ao filme!

      Excluir
  5. Como faz muito tempo que eu não lhe ficção científica acho que vou ler esse livro Até porque não foi muito com a cara da Meg mas sim porque eu vi que o filme foi adaptado para o cinema hoje e que muita gente falou bem da história Então acho que vou conferir

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena. Mas tenha a mente aberta o livro não é recente e os personagens são peculiares. Nada é o que você acha exatamente e para dar determinadas explicações são usados termos incomuns.
      Eu adorei a leitura e quero muito a continuação logo, assim como assistir ao filme que tem grandes nomes no elenco!

      Excluir
  6. Eu fiquei sabendo desse livro através do anúncio de lançamento do filme! Ao assistir o trailer, me interessei bastante e fiquei querendo ler o livro! Tenho certeza de que vou adorar o livro, com todos esses mistérios(amo mistérios <3) e aventuras! Já quero saber mais sobre a Meg e o que acontecerá nesse livro!

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Eu já vi o trailer de adaptação, a historia é muito interessante e envolvente, me deixou muito curiosa para assistir mas também em ler. Já faz parte da lista de compras!

    Tempos Literários

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que legal!
      Se ler compartilha comigo o que achou!

      Excluir
  8. A premissa do livro e muito bacana, porém quando vi a capa achei que se tratava de algo mais atual, talvez seja pela história ter um desenvolvimento e com uma linguagem mais infantil, de fácil compreensão e envolvimento. Fiquei feliz em saber que terá adaptação pro cinemas, e pelo trailer já posso esperar um filme incrível, desde dos atores, como trilha sonora.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu achei uma super leitura!
      Espero que curta também!

      Excluir
  9. Já quero ver o filme e ler o livro.
    Adorei, sua resenha ajudou a entender melhor do que se trata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Que bom! Espero que possa compartilhar sua experiência aqui conosco depois que ler ou ver o filme!

      Excluir
  10. Oi Karini.
    Esse livro não funcionou muito bem comigo. Achei que as algumas situações acontecem sem explicação alguma e teve uma hora que a Meg me irritou muito, agindo como uma garota mimada, que quer que tudo se resolva só porque é a vontade dela.
    Mesmo assim, pode ser que outras pessoas gostem mais e se deem melhor com ele.
    Espero que o filme seja mais compreensível do que o livro.
    Abraços.

    ResponderExcluir