Editora: Darkside
Páginas: 240
Ano: 2016
*Acervo Pessoal
Leitora e amiga convidada para esta publicação: Valéria Guimarães
Laura é uma menina sequestrada e jogada no fundo de um buraco por alguém que todos imaginavam ser um bom homem. Ela vê sua vida mudar da noite para o dia, e passa a descrever com detalhes sinistros e íntimos cada dia, cada ato, cada dor que o sequestro e o aprisionamento lhe fazem passar. Estevão é homem casado, trabalhador, pai de família, mas que guarda em seu íntimo uma personalidade psicopata. Ele percorre ruas e cidades se apossando da vida de meninas ainda muito jovens, pois dentro de si uma voz afirma que é dele que elas precisam. Mergulhando fundo nessa fantasia, ele destrói vidas, famílias e sonhos, deixando atrás de si um rastro de dor e morte.
Narrado em parte em forma de diário, o livro acompanha mais de quatro anos da vida de Laura em um buraco embaixo da terra, período em que algo dentro dela também se modifica de uma forma inimaginável em busca da única maneira para sobreviver. Publicado originalmente na plataforma digital Wattpad, onde já teve mais de um milhão e meio de leituras, DIÁRIO DE UMA ESCRAVA apresenta um retrato duro, cruel, abominável, mas infelizmente corriqueiro no Brasil e em todo o mundo.
Através de Laura, raptada ainda adolescente por um homem que ela chama de “Ogro”, a autora denuncia os diversos tipos de violência que muitas mulheres são obrigadas a suportar em silêncio e nas sombras da sociedade. O “Ogro”, um homem aparentemente comum, honesto e “acima de qualquer suspeita”, mantém Laura presa em uma casa afastada, onde abusa dela sexual e mentalmente, alegando ser ela o seu verdadeiro amor. Laura, compreensivelmente, só pensa em escapar dali. Mas agora ele parece estar mudando. Será que é o melhor momento mesmo para fugir?... Bem, isso você vai ter que ler para descobrir.
Um livro lindo por fora, mas terrível por dentro.
Acho que é um dos livros mais difíceis de se escrever uma resenha. Difícil por ter assuntos polêmicos como estupro de menores, assassinato, entre outros.

Eu ao comentar a respeito dele com uma amiga, usei uma determinada frase para descrevê-lo que, não poderia ter achado forma melhor de como é esse livro: é um livro lindo por fora, mas terrível por dentro. E é assim, com essa melhor forma de descrevê-lo que, posso começar a falar a respeito.

Em diário de uma escrava, acompanhamos o dia a dia de Laura após ter sido sequestrada por uma homem a que ela mesma denomina de “Ogro”. O começa a ser narrado em forma de diário após um determinado tempo em que, a protagonista foi sequestrada. Através dos relatos da vítima podemos acompanhar, e sentir na pele o qual ela passa. E não somente com ela, em determinados momentos vemos pelo pontos de vista de outras vítimas os acontecimentos que ocorrem com o decorrer do livro.
Uma das coisas que não posso deixar mencionar a respeito deste livro é que, eles nos faz pensar e refletir bastante a respeito do ser humano, do egoísmo do ser humano, do quanto nos enganamos com aparências, o quanto o ser humano se torna egoísta ao pensar somente em seus interesses, em sua própria dor.

Difícil falar de um livro como esse ser liberar algum spoiler, porque o livro tem violência o início ao fim. É preciso ter um estômago muito forte para poder ler este livro até o final. Devo admitir que eu mais de uma vez durante a leitura cogitei parar de lê-lo, é um livro revoltante porque, ao mesmo tempo que tu te sensibiliza com a protagonista, tu tens vontade de pegar ela e sacudi-la pra ver se ela acorda e finalmente reage.

Volto a repetir, se não tens um estômago forte, se não aguenta ver a “realidade” que muitas vezes é escondida por jornais, novelas, e outros meios, não leia este livro. Ele nos retrata a verdade nua e crua de uma mente doentia, do egoísmo do ser humano ao pensar somente em si, e do que um estupro e violência física podem acabar fazendo e, no que pode transformar uma pessoa.
Mas se tens estômago forte e nervos de aço, siga em frente e boa leitura.


Valéria Guimarães

38 Comentários

  1. Olá!
    Realmente, esse livro tem um projeto gráfico muito bonito e a história parece ser bem impactante. Já li e assisti a outras resenhas sobre e fiquei bem descontente com o tom inverossímil e apelativo da trama, por isso não é uma leitura que pretendo fazer por enquanto.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Andrea, tudo bem ?? Antes de mais nada desculpe a demora em responder teu comentario. Então, o projeto grafico do livro é realmente lindo, achei que a historia seria totalmente diferente do que é, e me decepcionei quando vi o real conteúdo dele. Tinha uma ideia de como seria o conteúdo só não imaginava que seria tão forte assim como é, e isso decepcionou. Só não larguei o livro porque quando começo a ler um livro por pior que ele seja não consigo largar. Como disse na minha resenha é um livro que não recomendo ler, mas ai também vai de pessoa pra pessoa. Mas se um dia chegar a ler, volta pra contar pra gente o que achou ;) Bjs

      Excluir
  2. Olá Valeria, tudo bem?
    Este é um livro que me chama demais a atenção, creio que apesar de ter essa temática super forte, temos a oportunidade de saber sobre assuntos, de sentir na pele aquele medo e as situações desses personagens! Ainda mais sendo infelizmente um tema atual.Parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Michelli, tudo ótimo e contigo?? Em partes concordo contigo, é um livro realmente que nós faz saber sobre alguns assuntos e ver o quanto acabamos nos colocando em risco por coisas "mínimas". Admito que esse é um dos livros pelo qual eu não queria sentir na pele o que a personagem passou, é um livro que se torna angustiando desde a primeira pagina, é daqueles livro que te tira o folego mas não de uma forma boa. Acho que o que mais torna esse livro angustiante e revoltante é saber que existem muitas gurias como as do livro passando pelo que ela passa e que não podemos fazer nada.
      Obrigada, fico feliz que tenhas gostado da minha resenha.

      Excluir
  3. Olá, tudo bem?

    Já ouvi falar tanto desse livro pela minha colega do blog que estou cada vez mais curiosa e com vontade de ler, apesar de saber que é muito forte e que eu, provavelmente, vou passar mal ao fazê-lo.
    Sua resenha ficou ótima. Sei que não pôde falar mais para não acabar dando spoiler, mas passou bem a ideia do livro.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Fernanda, tudo ótimo comigo e contigo??

      Que bacaba que tens um blog também.
      Olha como eu disse na resenha eu volto a repetir, é preciso a pessoa ter uma estomago muito forte para conseguir ler esse livro do inicio ao fim. É um livro que foi difícil ler, difícil porque ele é intenso do inicio ao fim, é simplesmente revoltante. Admito que tentei ler ele o mais rápido possível, primeiro porque não acreditava que a coisa ficaria como parecia e também porque o queria terminar logo pós era complicado de ler.
      Obrigada, fico feliz que tenhas gostado é complicado fazer uma resenha sem dar spoiler quando na verdade tu tem muito o que dizer a respeito do livro.
      Abç.

      Excluir
  4. Olá! Saudações literárias! Tudo bem com você? Quando é livros da DarkSide, dispensa comentários, edição e todo trabalho gráfico é perfeito! Eu li esse livro, foi um misto de nojo e indignação, autora deixou tudo muito real, foi tenso e tenebroso. Li esse livro em dois dias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rafael, tudo bem e contigo? Realmente DarkSide dispensa qualquer comentario é um edição mais show que a outra. Falou tudo esse livro é exatamente isso um misto de nojo e indignação. Acho que em termos de sentimentos foi um dos livros mais reais que já li, a autora escreveu de uma forma que se torna impossível tu não sentir na pele as emoções pelo qual a personagem passa. Eu li em dois dias também mas tudo também porque queria acabar logo com ele.

      Excluir
  5. Livros com estes tipos de relatos contém uma carga dramática bem forte, ainda mais precisando ter estomago forte para ler. Acho que você definiu muito bem o livro com sua frase. Mesmo sem nervos de aço essa é uma leitura que quero fazer.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cabine de Leitura!

      Realmente a carga dramática desse livro é enorme, difícil de aguentar até a ultima pagina. Se vais arriscar de ler este livro, recomendo que prepare bem teu psicológico pra conseguir aguentar o livro do inicio ao fim.

      Excluir
  6. Oi, Valéria. Embora eu goste de livros com temas fortes, eu não tenho coragem para ler este. Estupro é um assunto que me provoca muita angústia e revolta durante a leitura, tenho uma pessoa próxima que foi violentada e as consequências são terríveis. Recentemente eu li O Jardim das Borboletas, que fala sobre um homem que mantinha um jardim escondido onde ele tinha mulheres precisa em cativeiro. Ele cometia atrocidades com elas. Mas o livro não detalhava as cenas de estupro e tortura, chegava bem perto e não prosseguia. Já Diário de Uma Escreva eu não teria condições psicológicas para ler. É um assunto que precisa mesmo ser abordado e acho bom que tenha tido uma autora com coragem para fazê-lo, mas eu não me sentiria bem com a leitura. Enfim, eu gostei de ver a sua opinião sobre a obra.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Beatriz!
      Confesso que também não curto ler livros com essa temática, mas esse acho que foi o material grafico que mais me influenciou a ler. Admito que imaginava ser uma coisa e acabou sendo outra. Realmente se tens alguém que passou por algo assim próximo se torna ainda mais revoltante e impossível ler um livro assim, ainda mais da forma que a autora coloca as cenas, ela as coloca de forma tão real o que torna o livro mais revoltando e complicado de se ler. Esse livro que falastes nunca ouvi falar, mas admito que por mais que não detalhe as cenas não me chama nenhuma atenção, acho que depois de ler Diario de Uma Escrava, meu limite pra esse tipo de livro com esse tema foi mais que esgotado. Mexeu demais com meu psicológico, apesar de ja fazer uns meses que o li, as vezes relembro do livro e simplesmente me revolta. Realmente é um assunto que precisava ser mais abordado, e foi muita coragem da autora em escrever sobre mas, acho que ela podia em algumas partes ter pegado um pouco mais leve digamos assim, apesar que com esse tema é difícil pegar leve.
      Obrigada, não sabe como a opinião de vocês sobre minha resenha é muito importante.

      Excluir
  7. Lembro que quando vi este livro pela primeira vez, sem ler a sinopse, pensei que fosse algo bobo, leve e clichê. Acho a capa linda, mas não é a mensagem que a história passa, né? É uma trama forte, um assunto sério. Ainda não tive a oportunidade de ler, mas pretendo fazer isto em breve.
    Adorei sua resenha.


    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Clayci! Realmente a arte grafica dele simplesmente engana a gente, eu pensei que fosse um livro exatamente assim clichê, mas quando li a sinopse imaginei que não fosse algo muito legal, mas não imagina que fosse tão forte quanto realmente é. Esse é aquele livro que a capa simplesmente te engana. Aconselho que se for ler, esteja prepara porque ele é revoltante do inicio ao fim.

      Excluir
  8. Infelizmente ainda não li, mas já estou preparada para as cenas mais forte, acho que o tema abordado até pede por elas.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rose!
      Eu ainda diria que por mais prepara que se esteja, ele ainda consegue te surpreender e te chocar. Realmente o tema pede cenas fortes mas acho que, a autora poderia ter digamos amenizado um pouco. Só lendo pra entender o que me refiro e entender o quanto forte é.
      Bjs, Valéria.

      Excluir
  9. Olá!
    Eu já tinha visto esse livro nas redes sociais, mas não sabia ao certo sobre qual enredo trazia. As capas da DarkSide chamam bastante atenção, talvez pelo teor de toda a trama e cenas com muita violência não posso dizer que leria, pelo menos por agora, mas acho que um dia ainda vou acabar pegando pra leitura.
    Sua resenha deixa aquela curiosidade que faz com que fiquemos intrigados com a escrita da autora.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  10. Oi! Esse livro es´ta na minha lista de desejados há muito tempo e quero muito poder ler! Gosto da temática 'psicopata' e ter um livro assim que aborda um tema tão pesado e de maneira tão real me deixou muito interessada. Quero muito saber como a protagonista consegue, se ela consegue se livrar disso e como termina pro ogro, que fim ele leva.
    Bjoxx

    ResponderExcluir
  11. Oi Valéria!
    Ainda não tive coragem de ler o livro por conta da violência explícita que ele nos mostra, claro, sei que muitas mulheres passam por isso diariamente, mas é tão perturbador ler e imaginar até que ponto um ser humano - se é que se pode chamar assim - chega no nível de maldade.
    Um dia quem sabe tomo coragem, porque sei que apesar disso, é um livro mto bom.
    Beijos

    ResponderExcluir
  12. Olá, tudo bem? Parece ser um livro muito interessante, porém bastante forte também. É necessário estômago forte mesmo, haha. Ótima resenha!

    ResponderExcluir
  13. Olá!
    Resenha muito instigante!
    Comprei esse livro logo que lançou e ainda não tive oportunidade ler. E é muito bom saber que ele vale muito a pena ser lido.
    Acho que posso aguentar sem sentir dor no estomago rs
    Parabéns pela resenha! Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Gostei da sua resenha, eu li esse livro no finalzinho de 2016, logo quando lançou e gostei bem da leitura que apresenta um enredo forte, um tema delicado, mas interessante!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  15. Gosto de livros com temáticas fortes sabe? acho que não é atoa que leio muito suspense e thriller, mas tem que ser uma coisa bem trabalha e desenvolvida porque senão é apenas violência sem sentido. To curiosa em ler esse desde o lançamento mas infelizmente ainda não tive chance.

    ResponderExcluir
  16. Oi Valéria!
    Lembro que quando esse livro foi lançado foi um divisor de águas. Muita gente gostou e muita gente criticou de forma ferrenha. Eu confesso que fiquei um pouco pé atrás, afinal é um assunto polêmico. NO final, acabei não me rendendo ao livro e por mais que muitas pessoas que conheço tenham lido e gostado, não tenho interesse em ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  17. Oie!
    Comecei a ler esse livro quando a autora ainda postava no wattpad, mas por conta da temática, tive que parar. Mas assim que saiu pela dark side comprei, está na minha estante esperando eu ter estomago para ler...
    Eu gosto da escrita da Rô e estava gostando até a parte que cheguei da leitura (mesmo sendo bastante perturbador). Espero acabar em breve :)

    ResponderExcluir
  18. Eu já estava de olho neste livro, mas confesso que era apenas pelos detalhes de capa, cores e tudo mais. Fui atraída pela parte mais gráfica do que pela história.

    Mas eu não imaginava que poderia ser tão forte e marcante. Unindo a história intensa com a parte gráfica MARAVILHOSA, agora sinto que necessito lê-lo!

    ResponderExcluir
  19. Oie
    meu deus, está ai um livro que esta na minha lista de desejados desde que lançou, infelizmente ainda não tive oportunidade de ler mas adorei sua resenha para saber melhor sobre o enredo, parece valer a pena

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  20. Eu lembro me indicaram esse livro mas como tratar a respeito de abuso sexual e eu não tenho estômago para esse tipo de coisa eu sempre acabo deixando de lado é um assunto delicado e muita gente precisa entender sobre ele mas eu realmente não ia aguentar esse tipo de leitura

    ResponderExcluir
  21. Já vi esse livro por aí e achei ele muito visualmente lindo, mas não tenho estômago pra uma história dessas. Impactante demais, não dá. Vou passar a recomendação.

    ;*

    ResponderExcluir
  22. Olá, eu já li Diário de uma escrava há algum tempo. É mesmo um livro muito bonito por fora, mas com uma história bem pesada.

    petalasdeliberdade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  23. O livro tem uma capa bonita, delicada, porém com tons mais neutros. O título demonstra rapidamente que o livro não tem um tema fácil. Não sabia que o livro era nacional, fiquei sabendo um tempo depois. Apesar de gostar de livros com temáticas mais reflexivas sei que não estou preparada pra ler esse agora.

    ResponderExcluir
  24. Oiii tudo bem??

    Soube que esse livro era realmente pesado, mas não imagina que tanto.
    Ele é realmente lindo, e o conteúdo parece ser bem pesado.
    Mas pretendo ler sim, pois nao é so de beleza que vive o ser humano, infelizmente.
    Adorei a resenha Bjus Rafa

    ResponderExcluir
  25. Oie.. tudo bem? Nossa esse livro vem dando o que falar a muito tempo... Não é o meu tipo de leitura, a capa é maravilhosa, mas a obra... passo longe! Ouvi muitas críticas que me deram mais certeza ainda da minha opinião... acho que é uma obra que nao vai valer a pena pra mim.

    beijos

    ResponderExcluir
  26. Eu tenho muita curiosidade para ler este livro, mas a intensidade da violência ainda me impede de fazer isso logo, porque acho que não tenho o estomago tão forte como deveria.
    Espero poder ler.
    OUTRA VEZ – Ivi Campos
    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Olá!
    Não tenho problemas em ler livros com essa temática, mas também não sou uma fissurada no gênero. confesso que esse livro não chama tanto minha atenção, pois, pelas resenhas, sinto que ele é apenas um livro para chocar, sabe? E eu não gosto disso. Gostei muito da descrição que você fez do livro, mas vou passar a dica, sério, não é pra mim.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  28. Oi Valéria , tudo bem?
    Este livro está na minha lista de leituras tem alguns meses já, mas confesso que ainda não tive coragem de ler. Sei que a leitura dele não é fácil e que não são para todos os leitores. Ainda não sei quando vou ler, mas pretendo fazer isso em algum momento. Se vou dar conta ou não, isso já é outra estória! Amei sua resenha!
    http://colecionandoromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  29. Olá
    é um livro que tenho uma enorme curiosidade, mas ao mesmo tempo tenho receio em fazer a leitura por ser aquele tipo de leitora muito sentimental, eu acho que não ia conseguir encarar de frente todos os tipos de abusos que a personagem sofre. É um tema muito importante e até mesmo alarmante, espero um dia poder conseguir ler essa história, pois vejo muitas resenhas maravilhosas a cerca da obra. Eu babo nessa capa, acho linda demais. amei sua resenha, Beijos!

    ResponderExcluir
  30. Eu tenho tanta vontade de ler esse livro e tanto medo por causa dos gatilhos :(

    ResponderExcluir