Editora: Arqueiro
Série: O Livro e a Espada #1
Páginas: 400
Ano: 2018

Sinopse: O general Dun-Cadal foi um dos maiores heróis do Império, mas hoje não passa de uma sombra do que foi, embriagando-se no fundo de uma taberna. Traído pelos companheiros e amargurado pelo desaparecimento de seu jovem aprendiz, Dun-Cadal não quer mais saber de política, batalhas, pessoas.

É justamente ali, na taberna escura, que a jovem historiadora Viola vai encontrá-lo. Ela procura a Espada do Imperador, uma relíquia desaparecida no caos da revolução que derrubou a monarquia, teoricamente escondida por Dun-Cadal.

Viola também espera descobrir quem é o assassino sem rosto que começou a agir na cidade, matando os antigos companheiros do general, que viraram as costas aos seus ideais para aderir à nova República.

Graças à moça, o velho guerreiro vai vasculhar as lembranças de uma vida de glória e seus mais terríveis arrependimentos. À medida que ele conta sua história, os fantasmas do passado vêm à tona, reacendendo antigos rancores e a sede de vingança de um homem que se entregou ao caminho da fúria.
Este é o primeiro volume da série e já pude perceber que tem aquela pegada insana que te conquista de cara e te faz ansiar por mais para ontem.

A história é dividida em duas partes e a primeira se passa em Massália, onde conheceremos Viola (período da República). Viola é historiadora no Colégio de Émeris e está atrás de algo específico, que é a história da espada do Imperador Eraed. Existe um homem que sabe a respeito, só que ele é um bêbado e um tanto quanto egocêntrico e desgostoso. Ele conta muitas histórias da época do império. O que se sabe a seu respeito é que ele era um general muito temido e que veio de origem simples, diferente de seus colegas. Ainda assim conseguiu se tornar o mais bem quisto dentre os generais, causando inclusive certa inveja e desgostos pelos demais. Afinal quem era ele diante os outros? Dun-Cal era destemido, corajoso, determinado e agora não passa de um velho bêbado que se ressente dos companheiros que aceitaram posições na República, deixando de lado suas convicções e lealdade.

Nesta parte do livro iremos "ouvir" várias histórias de Dun-Cal sobre seu passado e presente, uma delas a batalha que deu início a queda do Império, inclusive com uma participação importante de um general de ego inflado - Étienne Azdéki. Dun-Cal e ele não se dão e no meio de uma situação que deveria ser um acerto de ideais, opiniões e reorganização das coisas. Vira uma guerra feia. Tudo isso é descrito de maneira muito bem ambientada e podemos de fato perceber, sentir e entender a situação como se estivéssemos presentes.

Como eu disse Dun-Cal é leal, corajoso, honrado, determinado ou era. E ele tinha esse senso de lealdade e crença no seu imperador, defendendo seus ideais com unhas e dentes sendo quase morto no processo. Essa batalha que culminou no começo da queda do império, durou anos e Dun-Can foi salvo por um jovem chamado Rã a quem se apegou muito, tornando-o seu protegido e aprendiz.

Muitas coisas ocorreram nesse período e com ela grandes reviravoltas que mudaram as coisas de maneira brutal.

Na segunda parte do livro vemos a versão oposta dos guerreiros dessa batalha sangrenta e de fato conhecemos motivações, culpados e tudo que essa batalha custou; inclusive saber da história de alguém que renegou tudo aquilo que acreditava, defendia e lutava para sobreviver e aí conhecemos diretamente histórias sobre refugiados dessa batalha. Personagens densos e importantes na trama, tais como: Elsyd, filha de um ferreiro, que era inimiga até ter um protetor poderoso. A história de um general abastardado segundo os outros, mas que através de sua sagacidade conquistou sua posição atual. Entre outros personagens.

A história que tenho em mãos é incrível e muito bem escrita e ambientada. Com personagens que te conquista por suas falhas e características únicas. Repleto de reviravoltas e sem perder o "rebolado" Antonine Rouaud nos traz uma história digna de suspiros e uma noite inteira sem dormir para concluir a história e se sentir querendo mais. Esperem por seres e situações fantásticas, vingança, adrenalina entre outros!


Super recomendo. Simplesmente amei!

16 Comentários

  1. Eu gosto dos livros da Arqueiro porque são cheios de trama e não são superficiais, mas eu não peguei estes porque a fantasia é mais complexa também. Eu amo mais romances de época e drama o que a editora tem bastante, mas se você se prendeu deste jeito na obra eu imagino que a continuação vai ser ótima.

    ResponderExcluir
  2. Olá! Gosto muito de romance medieval, e este parece ser uma boa dica. gostei da ambientação da história, numa pós guerra, com a mudança de governo e de governantes. Simpatizei muito com o velho general, que em seu passado foi honrado , leal e grande lutador, e quero conhecer a história toda, pelos olhos dele. Adorei a dica!


    Bjoxx ~ www.stalker-literaria.com

    ResponderExcluir
  3. Olá

    A história parece ser bastante envolvente, mas infelizmente não gosto tanto desse gênero então acho que por isso não senti tanto interesse. Legal o livro ser dividido em duas partes e mostrar os dois lados da batalha, acho que assim podemos de fato conhecer mais afundo a história e seus personagens. Adorei a resenha!

    www.virandoamor.com

    ResponderExcluir
  4. Para um livro introdutório como parece ser o caso ele é bem movimentado. Não conhecia o livro, mas se tratando de literatura fantástica deve ser uma leitura e tanto, então anoto a dica e espero que a continuação sai o quanto logo, ficar com gostinho de quero mais é dolorido.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Estava com muito receio desse livro, pois apesar de gostar de livros históricos e de época, geralmente a ambientação é no romance. Pelo visto essa trama é cheia de reviravoltas e tem bastante fantasia.
    Fiquei curiosa com os guerreiros, essa pegada medieval e como o autor desenvolveu as partes da história.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  6. A historia chamou me atenção, fiquei curiosa pra saber mais sobre o desenrolar dos personagens, será que Viola vai descobrir quem é o assino sem rosto?
    E esse homem cheio de rancores será que vai se vigar daqueles que lhe trairam.
    Sucesso

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não conhecia o livro e fiquei curiosa porque mesmo não sendo de um gênero que eu não tenho familiaridade, me despertou interesse em função dos seus elogios. Quero ler.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Este livro não possui as características que me atraí ao ponto de querer ler a obra, contudo fiquei curiosa para saber qual seria o desfecho da trama, e o que você se referia ao falar das revira voltas que houveram. Além de que e notório que a história e bem construída, e ambientada. Porém por enquanto não pretendo ler.

    ResponderExcluir
  9. Olá, tudo bem?

    A premissa da obra me é interessante, confesso que fiquei curiosa sobre o "velho bêbado" hahaha.
    Saber que o autor explora bem os personagens e ambienta de uma boa maneira a história, a questão política que me fica meio evidente de ter rolado nessas "guerras", confesso que fiquei curiosa sobre o livro, essa coisa mais medieval me chama a atenção.

    Beijo!
    Ana.

    ResponderExcluir
  10. Olá, ainda não conhecia esse livro. A capa e o título já chamaram a minha atenção, e conhecendo mais da história pelo seu post, acho que eu ia gostar de ler e desses personagens.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Nossa, quanto tempo eu não leio uma fantasia assim?! Adorei sua resenha, fiquei bastante instigada a ler esse livro, pelo que você falou a história parece ser bem densa e envolvente. Estou super curiosa para ler esse livro. Obrigada pela dica!

    Beijos
    https://www.manuscritoliterario.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oie, não conhecia o livro mas já to super animada, é uma delicia quando a leitura nos faz perder o sono, né? É algo único. Sinto que vai acontecer comigo também, sua resenha ja foi suficiente para me conquistar e já adicionei a obra em meu carrinho de compras.

    ResponderExcluir
  13. Olá! Tudo bom?

    Já tinha ouvido falar desse livro e foram apena comentários incríveis! Confesso que esse livro não faz o meu gênero mas são tantas critica positivas e majestosas que até mesmo eu fiquei curiosa e com uma vontade imensa de conhecer a obra. Ainda não tive a oportunidade de ler o livro e espero fazer isso em breve. Adorei saber que a história é cheia de reviravoltas, isso sempre me prende a leitura! Adorei demais ler a sua resenha e a dica está mais que anotada ♥

    beijo

    ResponderExcluir
  14. Olá, tudo bem?
    Eu vi quando esse livro foi lançado, mas confesso que a capa fez com que eu não me interessasse muito. Acho que sua resenha é a primeira que eu leio sobre ele, mas apesar de ter sido bem positiva, não me convenceu a dar uma chance ao liro.
    Eu achei o enredo muito confuso, com muitos personagens e muitas reviravoltas. Como gosto do gênero, talvez eu dê uma chance algum dia. No entanto, por enquanto, não despertou meu interesse.
    De qualquer forma, gostei muito de saber sua opinião sobre a leitura e fico feliz que tenha gostado do livro.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  15. Olá,

    O marketing da editora em torno desse livro foi grande. Gostaria de ler, mas a Arqueiro tem histórico de cancelar séries, por isso esperarei todos os livros serem lançados, e só aí começarei a ler.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bom?

    Eita que eu já vi que esse é daqueles livros envolventes e que eu não cosngio largar enquanto não terminar. A premissa é interessante e gostei que ele foi dividido em duas partes. Além disso, com tantas coisas acontecendo: adrenalina, situações fantásticas, vinganças, etc; só poderia ser um prato cheio para um livro que me fará suspirar e que tem reviravoltas. Preciso ler com urgência <3

    Enfim, adorei a postagem e agradeço a indicação :)
    Abraços.

    ResponderExcluir