Editora: Record
Páginas: 300
Ano: 2018

*Recebido em parceria

Sinopse: A saga de uma jovem bem-nascida, que se vê sozinha no mundo e é obrigada a embarcar em uma jornada de sobrevivência e sensualidade em busca da tão sonhada justiça.

Angélique Latham cresceu no esplendoroso Castelo Belgrave, na Inglaterra, e foi criada sob a tutela e o carinho do pai, o duque de Westerfield. Aos 18 anos, ela é a menina dos olhos do duque, mas, assim que ele morre, seus meios-irmãos mais velhos lhe viram as costas, abandonando-a completamente. Porém, com sua inteligência aguçada, uma beleza arrebatadora e um baú de dinheiro que seu pai lhe deu em segredo no leito de morte, ela fará de tudo para sobreviver.
Sem conseguir arrumar emprego por não ter uma carta de referência, mesmo depois de um tempo trabalhando como babá, Angélique tenta a sorte em Paris. E é lá que o destino coloca em seu caminho uma prostituta, vítima dos maus-tratos de Madame Albin. Ao ajudar a jovem, Angélique vê uma oportunidade: abrir um bordel de luxo para atender aos homens mais abastados da cidade e onde pudesse proteger essas mulheres. Logo, o elegante Le Boudoir, um lugar onde os homens poderosos podem satisfazer seus desejos mais secretos com as companhias mais sofisticadas, se torna a sensação de Paris. Mas, vivendo na iminência de um escândalo, Angélique conseguirá algum dia recuperar seu lugar no mundo?
Da Inglaterra do século XIX, passando por Paris e Nova York, Danielle Steel retrata uma época de luta das mulheres em uma sociedade predominantemente masculina ao contar a história inspiradora de uma cativante dama de espírito revolucionário.


Bom dia pessoal; tudo bem? Hoje a resenha da vez é de um livro de Danielle Steel bastante conhecida na blogosfera. Se trata de um romance muito bem descrito e ambientado e que me surpreendeu muito.

Neste livro iremos conhecer Angélique, filha do segundo casamento de um duque e que após a morte sua morte a deixa devastada devido a sua situação, onde seus irmãos praticamente a expulsão de suas vidas e casa alegando que ela não é digna por ser bastarda e não legítima do primeiro casamento. Seu pai era muito amoroso e ela foi criada como uma lady, porém seu mundo desaba com sua morte. Com isso ela vai trabalhar como babá mantendo suas origens ocultas.. Mas quando as coisas pareciam que iriam se encaminhar, seu mundo mais uma vez é balançado por um homem que inventa coisas a seu respeito e ela acaba por ser demitida, se vendo mais uma vez sem chão. Com sua vida de cabeça para baixo e sem rumo, ela decide abrir um bordel e com isso não apenas cuidar de si, mas dar oportunidade a outras moças de ter um futuro dentro dos seus limites e regras.

Seu empreendimento se torna o mais badalado de Paris. Obviamente sua trajetória será recheada de altos e baixos e isso a fará mais forte e madura para lidar com as situações diversas que irá surgir. Como uma moça da alta sociedade acaba como uma dona de bordel de luxo?  Seria possível um dia encontrar seu caminho de volta para a alta sociedade sem ser difamada? E quem sabe o amor?

A história pode até parecer clichê e parecidas com tantas outras, mas Danielle Steel tem uma escrita envolvente e que nos emociona.. Nos faz refletir e principalmente consegue misturar ficção e realidade quando retrata uma época em que as mulheres não eram grande coisa em uma sociedade machista e elitista. A força e coragem de Angélique transborda às páginas nos fazendo refletir e até mesmo nos imaginar em de alguma em situações que até hoje retrata o machismo de uma sociedade para com as mulheres.

A história é incrível e merece ser lida por uma legião de fãs amante de mulheres fortes, destemidas e inspiradoras!

Beijos da Dani.

7 Comentários

  1. Li a pouco tempo meu primeiro livro da autora e me apaixonei pela escrita clara e direta dela. Gostei muito da premissa inovadora para um romance de época que ela apresenta e claro que fiquei muito curiosa para conhecer essa história incrível que me apresentou. Recomendação anotada, espero descobrir em breve a resposta as questões levantadas em sua resenha.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Dani,
    Nunca li nada da Danielle Steel. A Duquesa parece ser indicado para os amantes de romances de época. Não é muito o meu caso, portanto, vou deixar a dica passar, mas vou indicar sua resenha e o livro para algumas amigas.
    Com amor, André
    Garotos Perdidos

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    Apesar de já ter ouvido falar na autora, ainda não tive oportunidade de ler nenhuma de suas obras. Gostei da premissa e parece ser uma leitura leve e agradável.
    Ótimo pra ler depois de leituras intensas.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?

    Já ouvi milhares de vezes o quanto a escrita de Danielle Steel é maravilhosa, mas o tipo de romance que ela produz acaba não chamando tanto minha atenção assim. É claro que se eu o ganhasse, acabaria matando minha curiosidade, mas tenho quase certeza de que não seria minha leitura favorita.

    beijos

    ResponderExcluir
  5. Oii.
    Nunca li nada da Daniele, você acredita?
    Mas esse eu quero muito ler, porque é romance de época e eu sou completamente viciada nesse gênero. Já está na minha lista de próximas aquisições.
    Amei a resenha.

    ResponderExcluir
  6. Oiii,

    Já quero! Amooo Romances de época e adorei a premissa deste! Quero saber como as coisas vão se desenrolar depois que ela virar dona de um bordel e se os irmãos irão descobrir o que aconteceu com ela.

    Beijinhos...
    http://www.paraisoliterario.com

    ResponderExcluir
  7. Quando ouvi falar pela primeira vez da história, a maneira como a pessoa tinha falado me fez pensar que ela simplesmente tinha decidido ser dona de bordel. Não mencionou as circunstâncias por trás e eu na correria do dia a dia não consegui parar para ler a sinopse. Agora lendo sua resenha finalmente compreendi o que a levou a abrir o bordel de luxo. E aí me interessei pela história.

    Gosto de livros com mocinhas fortes, decididas, que dão a volta por cima. A mocinha me passa a impressão de ser exatamente assim e pretendo dar uma chance ao livro. Nunca antes li nada da Danielle Steel, apesar de já ter ouvido falar bastante de suas histórias.

    ResponderExcluir