Editora: Contexto
Autor (a): Steven Pressfield
Páginas: 432
Ano: 2017
Skoob

* Recebido de Parceria com a Editora

Sinopse - O rei Xerxes comanda 2 milhões de homens do império persa para invadir e escravizar a Grécia. Em uma ação desesperada, uma pequena tropa de 300 espartanos segue para o desfiladeiro das Termópilas para impedir o avanço inimigo. Eles conseguiram conter, durante sete dias, dois milhões de homens, até que, com suas armas estraçalhadas, arruinadas na matança, lutaram “com mãos vazias e dentes” até finalmente serem mortos. A narrativa envolvente de Steven Pressfield recria a épica batalha de Termópilas, unindo com habilidade História e ficção.


"Portões de Fogo" é um livro composto por oito capítulos: Livro I - Xerxes; Livro II - Alexandros; Livro III - Galo; Livro IV - Arete; Livro V - Polynikes; Livro VI - Dienekes; Livro VII - Leônidas e Livro VIII - Termópilas.

"Trezentos espartanos e seus aliados conseguiram conter, durante sete dias, dois milhões de homens até que, com suas armas estraçalhadas, arruinadas na matança, lutaram "com mãos vazias e dentes" (como registrado pelo historiador Herótodo) até, finalmente, serem dominados". (p. 13)

O livro é narrado em primeira pessoa por Xeones, um soldado sobrevivente da Batalha de Termópilas, a pedido do rei Xerxes. Xerxes, apesar de ter ganho a batalha, fica intrigado com o treinamento dos soldados inimigos, por conta de sua resiliência e por isso, começa a aprender sobre os seus hábitos, cultura e treinamento.

É através da rica narrativa de Xeones, que vamos acompanhando um povo com uma cultura rica em detalhes espetaculares. 
Mas não é apenas de Esparta que o leitor fica sabendo mais. Com a narrativa em primeira pessoa, é impossível para o protagonista tornar-se imparcial. Dito isso, é concedido ao leitor a oportunidade de conhecer um homem incrível, desde a sua infância até o momento de sua prisão. E no meio de sua intensa vida, conhecemos seus amores, suas desilusões, suas dores e conquistas.
Ter um protagonista tão carismático garante ao leitor uma história rica e cheia de altos e baixos emocionais. É difícil não se envolver com a trama e querer alterar o trajeto da história.

"Dizem que, às vezes, os fantasmas, aqueles que não conseguem se desvincular dos vivos, custam a desaparecer, assombrando as cenas dos nossos duas na terra, pairando feito aves de rapina incorpóreas, desobedecendo à ordem de Hades para se retirar para debaixo da terra." (p. 45)

Em cada capítulo do livro, um historiador do séquito de Xerxes vai nos situando historicamente nos acontecimentos, criando uma cronologia e nos amparando em meio a todo o processo.
A Editora Contexto realizou um ótimo trabalho, desde a escolha da fonte até a revisão. O livro é complementado com nota histórica, mapas e pequenas imagens no início do capítulo. 

"Que força os havia enfraquecido e roubado sua bravura, nenhuma faculdade racional é capaz de adivinhar." (p. 348)

10 Comentários

  1. Oh que livro mais interessante!
    Ainda nao conhecia e ao ler me lembrou demais o filme 300, que tem a mesma temática e pelo visto aqui poderia ser considerado até um complemento pra quem ja conhece o filme.
    Adorei saber mais sobre a história, sempre me encanta histórias épicas assim, um jogo de poder e lutas.
    Com certeza vou ler e adorei a dica de leitura.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Adoro romance épico. Fiquei muito curioso com essa obra, pois não a conhecia. Ela está anotada aqui e lerei o mais breve possível.

    Gustavo
    http://www.leituraenigmatica.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Carolina, tudo bem?

    Não é um tipo de livro que leria no momento, mas parece um romance épico bem detalhado e essa edição com mapas e notas história também me parecem ajudar bastante na leitura. Parece ser bom pra quem gosta do gênero.

    Bjs, Mi

    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir
  4. Não conhecia o livro, mas fiquei curiosa para conferir essa rica narrativa e esse protagonista tão carismático que mencionou, sem dizer que adoro complementos históricos nas narrativas. Quero ler.

    Abraços.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Carolina!
    Não conhecia o livro, mas achei muito interessante que a narrativa seja tão repleta de detalhes que enriquecem a leitura. Sempre acho maravilhoso quando os autores conseguem inserir fatos históricos na trama de uma forma que faça sentido no universo criado - e parece que é bem isso que acontece né, então anotei a dica aqui.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bom?
    Não conhecia o livro, mas se fala sobre Esparta eu já fiquei curiosa! rs Acho a temática fascinante e saber que o historiador foi criando essa cronologia para nos situar e que é um livro rico em detalhes só me deixou ainda mais curiosa para conferir. Dica mais que anotada!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sinceramente, não me senti atraída pelo livro. Eu amo História e narrativas do tipo, mas esse não conseguiu despertar o meu interesse, nem mesmo por saber que é possível nos envolvermos com o Xeones e sua história. Mas não diria que nunca leria. Se um dia esbarrar no livro tudo pode acontecer.rsrs

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Gosto da proposta e de como a trama se desenrola, mas fiquei com a impressão de uma leitura bem arrastada.
    Nesse momento não seria uma leitura que apostaria.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  9. Oii Carolina, tudo bem?? Essa é a primeira resenha que leio sobre Portões de Fogo e achei a premissa bem interessante, mas não faz tanto meu estilo no momento, então vou passar a dica a diante, pois sei que meus amigos vão amar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Caroline, o que mais me chamou a atenção na resenha foi a questão da história e do quanto o leitor é bem ambientado em cada época. Eu adoro livros que trazem esta carga história que informa e ensina o leitor, enquanto o diverte com uma enredo ficcional.
    beijos

    ResponderExcluir