Resenha: Dança da Escuridão - Marcus Barcelos

Editora: Faro Editorial
Páginas: 256
Ano: 2018
Gênero: Ficção / Horror / Terror

Onde Comprar: Amazon 

* Recebido em parceria com a Editora

Sinopse - Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem. Agora, para entender o que aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares. QUANTO DO BOM MENINO AINDA RESTA? O QUANTO AGORA É ESCURIDÃO?




No ano de 2004 o jovem de 17 anos de idade Ben Simmons assassinou a família do seu tio Romeo Johnson, inclusive sua prima Carla, de apenas cinco anos de idade. O crime chocou todo o país e ficou conhecido como o "Horror na Colina de Darrington". Porém, o que muitos não sabem é que a verdade foi omitida por pessoas poderosas, que fazem parte da Organização. A Organização tem muitos tentáculos e recruta pessoas com problemas financeiros que acabam tendo que prestas "favores" quando necessário, sem imaginarem o custo que esses favores terão no futuro.

Ben foi condenado a passar a vida em um sanatório, onde passa por um inferno até que é resgatado onze anos depois por Amanda, sua prima e única sobrevivente do massacre que sabe da verdade. Amanda não é mais uma adolescente e sim uma mulher, mãe e guerreira que fará de tudo para deter a Organização que aniquilou sua família.

"Não fazia ideia de onde me encontrava, nem como havia ido parar ali, mas eu estava só. E era quando eu ficava sozinho que a minha mente funcionava de maneira mais torturante..." (p. 18)

Enquanto tenta se atualizar dos acontecimentos da última década no mundo "real", Ben percebe o quanto perdeu da vida de Amanda, que agora é mãe de Jacob, um garotinho com um dom especial.
Ben precisa lidar com os demônios reais e os que estão dentro da sua cabeça, como a culpa, a falta de controle e as vozes que não querem se calar. Ao acordar amarrado em uma cadeira e sendo torturado, o protagonista vai lutar com garras e dentes para sobreviver e salvar aqueles que ama.

"A água fria que foi arremessada em meu rosto sem qualquer cerimônia me trouxe de volta à realidade e me fez perceber que o inferno, afinal, não precisava de chamas ou demônios; bastava um homem com técnicas bem peculiares e um local escuro e congelante onde ninguém poderia ouvir minhas súplicas." (p. 13)

"Dança da Escuridão" vai trazer explicações sobre a vida de Ben, através do diário de Linda, que narra a mudança no comportamento do marido Brad e o que motiva Kingsman a ser tão focado no protagonista. Saberemos qual é o papel de Ben em meio a toda essa história macabra e o que Ben possui que é tão precioso para o mal.

"A criatura que surgiu diante de nós, emergida das sombras como se fosse parte delas, trouxe consigo, além de um frio ainda mais intenso, o cheiro acre da podridão. Sua aparência era tão bizarra que é até difícil colocá-la em palavras." (p. 236)



8 comentários

  1. Eu fiquei chocada com o enredo dessa história e imaginando as cenas. Em alguns momentos me lembrei da história de Boneco de Pano, mas só até a parte da Organização e de como ela funciona. Gosto de histórias investigativas e sombrias, então acredito que daria uma chance, até mesmo para entender até que ponto tudo isso afetou o psicológico de Ben.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
  2. Tenho visto vários comentários sobre os livros desse autor e apesar de eu ter muita curiosidade de lê-los, tenho receio por ser bem medrosa. Adorei a resenha, fiquei bem intrigada para a trama. Quem sabe um dia eu tome coragem e leia os livros do autor né.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  3. Olá,
    Por algum motivo eu achava que a história desse livro fosse outra coisa completamente diferente, devo ter confundido a capa ou algo assim. Pela sua resenha a história parece interessante, gosto desse negócio de estar em outra situação e de repente ter que aprender rápido o que está acontecendo.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Que proposta legal. A história de um personagem pelo diário de outro parece ser muito interessante, mas não sei, ao certo, o que esperar desse livro, principalmente, porque eu não li o primeiro livro desse autor.
    Vou anotar a dica, sem dúvidas.
    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi tudo bem? Fiquei chocada com o enredo, me parece muito perturbador mais adoro kkk, é o tipo de livro que leria, não conhecia o autor nem a obra, mas fiquei curiosa sobre o desfecho da história, dica anotada. Parabéns pela resenha, obrigado pela dica. Bjs!

    ResponderExcluir
  6. Olá!! :)

    Eu nunca tinha ouvido falar deste livro, devo dizer. Que bom que gostaste de fazer esta leitura!! :)

    COnfesso que fiquei curioso. Enfim, acho interessante o facto de os demónios não serem apenas os do terror, mas também os sentimentais.

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
  7. Eu sou extremamente contra sanatórios então imagino como eu iria revirar os olhos durante a leitura, ainda assim, acho a história bastante válida e os aspectos mostrados por você me deixaram bastante curiosa!

    ResponderExcluir
  8. Olá
    O primeiro livro está no meu carrinho faz um tempinho, só estava esperando um tempo para comprar, pois enredos assim me intrigam e quero sempre passar na frente dos livros que tenho para ler. Agora já adicionei esse kkkkkk.
    A história nos deix realmente curiosos, pra saber, e entender o que seria essa Organização e tudo o que a cerca, acho que é uma boa pedida sim.
    Dica anotada.
    Bjus

    ResponderExcluir