Resenha: Estou Atrás de Você - John Ajvide Lindqvist


Editora: Tordesilhas
Páginas: 408
Ano: 2017
Gênero: Ficção / Horror / Literatura Estrangeira / Terror 
Onde Comprar:  Amazon

*Acervo Pessoal*

Sinopse: É um lindo dia no acampamento. O céu está azul e a grama é farta e verde – mas algo está errado. Ontem havia vozes felizes, fumaça de churrasco e mosquitos. Agora tudo se foi. O que resta é um campo de grama infinito, quatro trailers, oito adultos, duas crianças, um cachorro e uma gata. Os personagens ainda não sabem, mas o pesadelo vivo está prestes a começar: a caminho deles, movendo-se no horizonte, aproxima-se o pior erro, o maior medo. Neste romance de terror, Lindqvist suga o leitor para um universo que só poderia ter sido criado por uma das escritas mais macabras e originais do gênero. Em seu mundo aterrorizante e original, Estou Atrás de Você faz o coração sangrar e a alma retorcer, confundindo a realidade com o pior pesadelo.



Imaginem sair de férias com a família em um acampamento de trailers e ir dormir. No dia seguinte, você se encontra em um local completamente diferente, isolado, sem vegetação, sinal de celular ou meios de comunicação e apenas outros três trailers ao redor? Essa é a premissa de "Estou atrás de você"

No primeiro trailer temos Isabelle Sundberg, Peter e a filha de seis anos de idade, a Molly. Isabelle é uma ex-modelo e se acha melhor do que as outras pessoas, inclusive o próprio marido. Para Isabelle, eles deveriam ter viajado para a Europa nas férias, mas nãooo.... Peter achou mais divertido fazer uma viagem ao passado e quis viajar em um trailer, da mesma forma como fazia quando era jovem. Isabelle é aquela personagem irritante, que está reclamando o tempo todo, nunca está satisfeita e não perde oportunidade para fazer o marido se sentir mal consigo mesmo. Mas isso não é tudo. Molly, uma garotinha que parece uma boneca, na verdade é um indivíduo cruel e assustador. A forma como ela manipula todos ao seu redor, inclusive seus novos vizinhos, é aterrorizante.

Stefan Larsson, Carina e seu filho Emil estão no segundo trailer. Stefan e Carina tem um casamento amoroso, um negócio próspero e uma vida tranquila. Emil é um garotinho introspectivo, inteligente e observador que logo começa a perceber que algo não está certo. 

No terceiro trailer temos Lennart e Olaf, dois fazendeiros viúvos que são amigos a longo tempo. Eles são discretos e gentis, mas possuem uma dinâmica incomum, o que levanta dúvidas durante a leitura se existe um relacionamento além da amizade entre eles. 

E por último, temos Donald e Majvor, um casal mais velho que estão juntos a décadas. A dinâmica dos dois está baseada nos desejos de Donald. Como muitos casamentos antigos, o homem tem a palavra e a mulher torna-se escrava da casa e dos filhos e depois que os filhos crescem, sentem-se solitárias e anuladas. Observamos que não se trata de um casamento de amor, e mais de conformidade. Afinal, Majvor acredita que não há oportunidades para uma mulher da idade dela no mundo e como não sabe se virar sozinha, prefere ficar com Donald, pois já está acostumada com suas manias e ofensas.

John Ajvide Lindqvist trabalha muito bem o lado psicológico do enredo. Durante a leitura, percebemos que cada personagem enxerga o que acontece de forma diferente, de acordo com seus pecados e ações. Para alguns, as aparições não são exatamente ruins ou até mesmo assustadoras, enquanto que para outras, elas são o seu pior pesadelo.
"Dizem que os olhos são expressivos. Que podem ser tristes ou felizes ou indiferentes. Na verdade são simplesmente duas esferas, incapazes de expressar qualquer coisa sem ajuda dos músculos que os circundam." (p. 188)


8 comentários

  1. Minha nossa, que premissa mais instigante a desse livro. Nem li ainda, mas já adorei. A capa é completamente misteriosa, até meio sinistra, e adorei ver a sua resenha sobre a obra. Acho que vou gostar muito.

    ResponderExcluir
  2. Menina, só essa capa já me deixa um pouquinho aterrorizada, sou medrosa pra caramba haha mas acho bacana os personagens lidarem com as aparições de acordo com seus pecados e açoes, isso acaba de certo modo servindo pra absolutamente tudo em nossa vida, e em um enredo não deveria ser diferente, ne?

    ResponderExcluir
  3. Fujo dos suspenses e livros com premissas macabras, mas confesso que fiquei curiosa pra descobrir quem está atrás de John e conhecer os personagens intrigantes que vc mencionou.

    ResponderExcluir
  4. Oi karine, sua linda, tudo bem?
    Eu não costumo ler livros de terror, pois sou muito medrosa. E confesso que esse enredo não chamou muita atenção também. Mas gostei da sua resenha, para quem curte o gênero, parece ser uma história diferente. O que será que aconteceu para eles de repente aparecerem nesse lugar? E o que essas pessoas têm em comum? Quem ou o quê está atrás deles?
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro e sua resenha me deixou extremamente curiosa. Acho que vou amar o livro, embora seja um gênero que não tenho costume de ler, mas achei a premissa bem interessante. Adorei a capa do livro também. Ótima resenha

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Suspense é um gênero que consumo sem reclamar, estou sem atrás de novas dicas, pois sempre há mais a ser explorado no gênero. Achei essa capa bonita e foi essas letras em vermelhos, imitando sangue que me deixaram curiosa para conhecer mais da trama, além disso uma criança ser tão manipuladora deve ter algum motivo para isso.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Já li algumas resenhas desse livro, uma ou outra negativa. Gostei muito do seu ponto de vista, justamente porque foi mais reflexivo em relação ao comportamento e análise dos personagens do que simplesmente dizer se o livro é bom ou ruim. Acabou que consegui me interessar pela trama, parabéns!
    Bjs
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Antes de mais nada tenho que dizer que o enredo parece bem aterrorizante, já li alguns livros de premissas que passam medo mas este realmente parece dar uns 'medinhos' hehehe.
    Dica anotada!

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir