Resenha: A Guardiã de Histórias - The Archived #1 - V.E. Schwab - Bertrand Brasil

Editora: Bertrand Brasil
Autor (a): V.E. Schwab
Série: The Archived #1
Páginas:322
Ano: 2016
Gênero: Infantojuvenil
Onde Comprar:  Amazon
*Acervo Pessoal*
Sinopse: Imagine um lugar onde, como livros, os mortos repousam em prateleiras. Cada corpo tem uma história para contar, uma vida disposta em imagens que apenas os Bibliotecários podem ler. Aqui, os mortos são chamados de Histórias, e o vasto domínio em que eles descansam é o Arquivo. Mackenzie Bishop é uma implacável Guardiã, cuja tarefa é impedir Histórias geralmente violentas de acordar e fugir do Arquivo. Naqueles domínios, os mortos jamais devem ser perturbados, mas alguém parece estar, deliberadamente, alterando Histórias e apagando seus trechos essenciais. A menos que Mac consiga juntar as peças restantes, o próprio Arquivo sofrerá as consequências.




Olá, vamos falar de mais uma livro da já consagrada por muitos, Victora Schwab. A Guardiã de Histórias é o primeiro volume da série The Archived #1. Ganhei esse livro de uma amiga querida, que hoje já não faz parte da minha vida, mas ainda é muito amada. Então esse livro tem um valor sentimental para mim imenso. Só para vocês saberem!
Mas vamos falar da história do livro e não da minha história de vida.. rsrsrs

Bom, a escrita da autora não me é nenhuma surpresa, eu conheço e costumo amar, pois ela sempre traz em seus enredos temas clichês, porém abordados de maneira incomum, surpreendente e inusitada.Sim, sim! Eu sou fã da autora! Ok!

Em A Guardiã de Histórias iremos conhecer um lugar chamado "Os Estreitos", onde são armazenados nossas histórias, uma espécie de biblioteca em uma dimensão diferente da que conhecemos, para simplificar. Quando ocorre a morte de um indivíduo, a história dele vai para O Arquivo que fica em Os Estreitos, e lá permanecem armazenadas ou arquivadas para todo o sempre, porém, algumas histórias acordam e quando isso ocorre e ela consegue "fugir" desse Arquivo, um guardião é o responsável por trazê-la de volta aos Arquivos para que assim permaneçam adormecidas junto à todas as outras.

Nessa premissa incomum, iremos conhecer Mackenzie Bishop, que apesar dos seus dezesseis anos é uma Guardiã de Histórias, tendo herdado a posição de Guardiã de seu avô, quando era apenas uma menina de doze anos. Seu avô lhe ensinou tudo aquilo que era necessário saber para que pudesse retornar os mortos aos seus devidos lugares. Mac perdeu também seu irmão Ben, de dez anos, então é meio complicado lidar com suas perdas e ainda sua condição de Guardiã e após mudarem-se para o antigo hotel que virou condomínio, parece que seu "trabalho" ficou cada vez mais intenso e necessário. Acontece que tem ocorrido muitas "fugas" cada vez mais frequentes, algo incomum e nem todas são pacíficas como de costume, muitas trazem violência e então ela começa sua investigação à cerca do que pode estar acontecendo.

Uma das coisas que eu preciso ressaltar sobre essa história é que Ben está logo ali, no Arquivo, e que poderia ser "acessado" facilmente por Mac se não fosse algo proibido pelas ordens do Arquivo; apenas um bibliotecário pode acessar onde a história de seu irmão dorme. Então ser a Guardiã lhe trás um enorme peso com certeza e saber tanto sobre algo pode ser tanto uma dádiva, quanto um fardo.

Nesse meio todo, Mac encontra Wes, que também é um Guardião e juntos começam a retornar as histórias devido aos problemas constantes que vem surgindo. Mas quem pensa que acaba por aí o enredo intrínseco, se engana, pois além disso tudo que já falei, existe um grande mistério sobre várias mortes que andam ocorrendo.. Sem saber se são mortes naturais, assassinatos ou acidentes.. O "cargo" de Mac está em perigo e a pergunta que todos queremos saber, é quem está acordando todas essas histórias, por qual motivo?

A história é bem diferente de muitas que eu já li e confesso que no começo tive um certo estranhamento para me conectar, mas quando entendi a história fluiu de forma fácil e curiosa; à cada página virada uma novidade, uma descoberta, uma surpresa. 
O livro é narrado em primeira pessoa pela própria Mac e nos apresenta dois tempos, presente e outro passado, que nos remete a momentos com seu avô e nos faz entender o que ela é de fato e o que sua trajetória representa. 
Mac é dessas personagens que te ganha logo de cara, sensível, inteligente, corajosa, teimosa e com muitos defeitos e qualidades que nos faz pensar nela não como uma personagem de livro, mas como uma pessoa real. Ela lida constantemente com a perda de seu irmão e a existência do Arquivo, isso nos mostra o quão palpável ela é. A condição de guardiã e suas perdas à torna solitária, então ao conhecer Wes, e traçar uma amizade com ele, começamos a ter esperanças de que ela possa ter um pouco de "normalidade" em sua vida.

Apesar de ficção e com um enredo bastante inusitado, a história nos fala sobre amor, perdas, luto, amizade, solidão, amadurecimento, aceitação, negação e muito mais.. Então para aqueles que as vezes pensam que tem apenas mais uma história para passar o tempo, não imaginam o quanto as entrelinhas ensinam e trazem reflexões importantes sobre a vida real!

12 comentários

  1. Oiii Karini

    Já havia lido em algm lugar que esse era o livro mais "fraquinho" da Victoria, masagora que a editora (finalmente!) publicou a sequência, quero muito ler. Legal saber que apesar de ser uma obra de fantasia, também traz debates atuais e reais para o leitor acerca de diversos sentimentos.

    Beijos

    www.derepentenoultimolivro.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem Alice, Eu discordo de esse ser o livro mais ou menos fraco. Na verdade a autora tem uma característica de trazer uma certa revolução aos enredos com uma abordagem que não vemos com tanta frequência. Tenho um ou dois autores que eu comparo essa forma inusitada..

      Eu não li apenas esse livro da autora.. e Achei os que li bons dentro das respectivas linhas criadas.

      Eu adorei esse livro e não vejo a hora de ler o livro 2.

      Beijos.

      Excluir
  2. Oi, Kari...
    Óia eu aqui comentando, hehehe... Contudo, a resenha me chamou atenção, pq esse é um dos livros que já entrou e saiu da minha meta algumas vezes. Tive um certo receio de não gostar do enredo, ate pq ainda não conheço a escrita da autora. Porém, depois desta bela explanação, vc conseguiu instigar minha curiosidade e o desejo de ler. Então, #partiuleitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Super vale a pena. No começo temos um certo estranhamento, pois realmente se trata de uma história um tanto quanto inusitada, algo característico da autora, mas quando você entende o contexto, se apaixonada!

      Excluir
  3. Acredita que apesar de todo mundo amar demais essa autora, eu nunca li nada dela? Me sinto um peixinho fora d'agua quando começam a falar da sua escrita e tal haha mas ainda assim, fico feliz com a sua dica e quem sabe seja por onde eu deva começar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acredito sim, pois tem muitos autores que nunca li e todo mundo leu. Me sinto meio alienada ou fora de um determinado grupo as vezes, sabe?
      Espero que tenha a oportunidade de ler.. pois vale bastante a pena.

      Excluir
  4. Eu amo demais esse livro! Uma pena não publicarem logo as continuações, mesmo que ele seja tão completo que nem PRECISE de uma continuação. A escrita da autora é incrível, a história espetacular... me apaixonei por tudo.

    ResponderExcluir
  5. Olá tudo bem? Adorei a resenha, quero muito ler este livro o próprio título é chamativo, nunca li nada da autora mais vejo muitos elogiarem seu trabalho quero muito ter a oportunidade de ler a obra em breve!

    ResponderExcluir
  6. Olá!

    Esse livro me chama muito a atenção pela capa e pela premissa, mas nunca tive aquela coisa do “preciso ler”. Minha experiência com livros da autora é limitada, mas gostei bastante do que li em outra oportunidade. Enfim, gostei muito da resenha e revivi o livro na memória, espero ler logo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Ganhei esse livro de aniversário da minha melhor amiga a bastante tempo. Apesar de ter muita curiosidade de conhecer a história, sempre fico postergando. Gostei demais das informações que passou sobre a história e espero dar uma chance ao livro em breve.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Facebook | Instagram

    ResponderExcluir
  8. Tenho vontade de ler esse livro, o título é no mínimo convidativo e providencial, a capa é linda e as resenhas que li mostraram aspectos interessantes.

    ResponderExcluir
  9. Oi Karini!
    Sua resenha ficou uma graça assim como o livro parecer ser. Quero muito poder lê-lo e tirar minhas próprias conclusões, mas pelo que pude ver na sua resenha já sei que vou amar e como não conheço a autora vou poder acrescentar mais um nome a minha lista de leitores lidos.
    Abraços

    ResponderExcluir