Resenha: Fuck Love - Louco Amor - Tarryn Fisher - Faro Editorial

Editora: Faro Editorial
Autor (a): Tarryn Fisher
Páginas: 288
Ano: 2017
*Acervo Pessoal*
Sinopse: Helena Conway se apaixonou. Contra sua vontade. Perdidamente. Mas não sem motivo.Kit Isley é o oposto dela desencanado, espontâneo, alguém diferente de todos os homens que conheceu. Ele parece o seu complemento. Poderia ser tão perfeito... se Kit não fosse o namorado da sua melhor amiga. Helena deve desafiar seu coração, fazer a coisa certa e pensar nos outros. Mas ela não o faz... Tentar se afastar da pessoa amada é como tentar se afogar. Você decide fugir da vida, pulando na água, mas vai contra a natureza não buscar o ar. Seu corpo clama por oxigênio sua mente insiste que você precisa de ar. Então você acaba subindo à superfície, arfando, incapaz de negar a si mesma essa necessidade básica de ar. De amor. De desejo ardente. Você pode pensar que já viu histórias parecidas, mas nunca tão genuínas como essa. Tarryn, a escritora apaixonada por personagens reais, heroínas imperfeitas, mais uma vez entrega algo forte, pulsante, que nos faz sofrer mas também nos vicia. Depois dela, todas as outras histórias começam a parecer como contos de fadas. Se você não quer se viciar, não leia a primeira página.
Helena é a protagonista do livro e é uma jovem no início dos seus vinte anos com uma vida completamente monótona. Ela está se formando em contabilidade, veste principalmente roupas de tons neutros, tem um namorado chato e sem graça e não se aventura em nada. É uma rotina tranquila, segura e completamente C-H-A-T-A.
“Porque não tenho coragem suficiente para mudar com todos me observando. Quero fazer isso sozinha. Tem que ser uma coisa genuína.”
É até mesmo difícil compreender a amizade que ela tem com Della, uma garota que é o seu completo oposto, pois sempre procura os holofotes, está sempre festejando e é irresponsável. A vida da protagonista muda quando ela tem um sonho com o atual namorado de Della, o Kit. No sonho, Helena e Kit tem uma vida incrível juntos, cheia de amor e felicidade. O sonho é tão vívido que a partir daí, Helena começa a perceber melhor Kit e enxerga um cara incrível, inteligente e capaz de fazê-la sorrir. 
“Essa é a parte mais patética do ser humano: as emoções indesejáveis grudam em você, porque não ligam a mínima se você as considera indesejáveis.”
Helena não quer ser aquela pessoa que se apaixona pelo namorado da melhor amiga e começa uma batalha interna, questionando todos os seus sentimentos e fazendo de tudo para não magoar ninguém. Mas e se o sentimento não for unilateral?
"Tudo dói demais. Não faça alguém queimar, e depois tente apagar as chamas com as coisas que deveria ter feito. Esses arrependimentos são como gasolina e não água."
O livro é um romance, mas durante a leitura a percepção é de que o foco central da história é o crescimento pessoal da protagonista. Helena é o saco de pancadas, aquela que sofre e continua correndo atrás dos outros, sempre aguentando em silêncio o sofrimento. Como romance, não foi empolgante, pois achei Kit um tanto quanto sacana, mas como uma trama de crescimento e amadurecimento,  é um livro interessante.
"Causa e efeito. Nós achamos que podemos controlar nossas vidas, mas nossa vida nos controla. E tudo o que toca as nossas vidas nos controla. As pessoas têm menos poder do que eles pensam que têm. São apenas as reações que controlam."

10 comentários

  1. Oi Ka!
    Ganhei esse livro em um amigo oculto e até hoje não peguei pra ler. Gosto da escrita da Tarryn apesar de achar que em muitas situações ela perde a mão, mas confesso que fiquei curiosa para saber mais de como Helena faz para conseguir seu amadurecimento e como lidará com Kit até o final.
    Beijos!

    Camila de Moraes

    ResponderExcluir
  2. Desde que esse livro foi lançando eu tenho a maior curiosidade com ele, mas não me recordo de ter lido alguma resenha ainda. Eu sempre vejo posts nas redes sociais de pessoas elogiando. Eu gostei muito de ver a sua sinceridade na resenha, confesso que já não estou com tantas expectativas assim, mas ainda quero ler. O romance não me convenceu mesmo, mas gostei de saber sobre o amadurecimento da Helena e acho que pode valer a pena a leitura.

    ResponderExcluir
  3. Oi Ka, tudo bem? Esse livro sempre foi uma verdadeira incógnita pra mim, as resenhas variam demais e acho que a sua foi a mais "aberta" pra entendimentos. Acho essa capa linda demais, mas não sei se é uma leitura que eu faria por agora, em todo caso, obrigada pela dica!

    ResponderExcluir
  4. Eu amei a trilogia Amor e Mentiras da autora e, assim que pude , adquiri esse livro. Gostei da forma da autora narrar a história e construir os personagens na trilogia, e espero que isso se repita nesse livro. Gostei de conferir sua opinião e de saber um pouco sobre a trama e os personagens.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Eu realmente pensei que seri mais daqueles livros de vingança, por algum motivo achei que era assim. Mas pelo visto tem toda a parte de superação também, o que eu gosto.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  6. Olá Karini, não conhecia o livro e apesar de você colocar que ele trás um bom crescimento da protagonista não consegui ficar empolgada para lê-lo =/ Assim vou deixar passar sua dica.

    ResponderExcluir
  7. Posso ter entendido errado o enredo e se esse foi o caso, me desculpe, mas pareceu ser algo que envolve traição (tive essa impressão especialmente com o fato de ter dito que o Kit é um tanto sacana). Eu realmente não me interesso por livros desse tipo e, por isso, esse não me chamou atenção, o que é uma pena, porque a parte do crescimento da personagem deve mesmo ser interessante.
    Obrigada pela dica. Abraços

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem Karini?
    Eu só sei que a Faro capricha com força nas edições/projetos gráficos e nesse livro nãofoi diferente. Resenhamos esse livro no blog tem algum tempo e a Joanice amou. Gostei da sua resenha e impressões!
    Abraço!

    ResponderExcluir
  9. Tenho interesse neste livro, mas não li ainda. Gosto quando há um crescimento do personagem, mas confesso que a resenha me deixou com um pé atrás.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  10. Olá!

    Eu sempre paro para admirar capas, sério mesmo e confesso que na maioria das vezes julgo pelas capas na hora da compra hahaha. Eu curto muito histórias no qual os personagens crescem e passam a ser mais maduros e etc, mas a premissa desta não me animou, realmente, acho que só estou um pouco cansada de ler histórias na qual a personagem sofre de amores e essas coisas, parabéns pela resenha e obrigada por indicar mesmo assim.

    www.paginasamais.com

    ResponderExcluir