Resenha: O Oitavo Vilarejo - As Aventuras de Tibor Lobato # 1 - Gustavo Rosseb

Editora: Jangada
Autor (a): Gustavo Rosseb
Páginas: 224
Ano: 2016
Gênero: Aventura / Fábula / Fantasia / Ficção / Infantojuvenil / Literatura Brasileira
Onde Comprar: Amazon 
*Recebido de Parceria*

Sinopse: Depois de perder os pais num terrível incêndio e passar dois anos num orfanato, Tibor Lobato e a irmã Sátir são encontrados pela avó e vão morar em seu sítio, onde fazem amizade com Rurique, bom conhecedor das lendas e histórias do lugar. Na época da quaresma, coisas muito estranhas acontecem na região. Seres fantásticos e assombrações passam a aterrorizar os habitantes dos Sete Vilarejos. Os amigos começam a correr perigo quando descobrem segredos sinistros que ligam a família dos irmãos a esses seres fantásticos e a um lendário Oitavo Vilarejo. A partir daí, inicia-se uma aventura cheia de magia, que os levará a reconhecer e valorizar virtudes como lealdade, coragem, esperança e amizade.

Esse é o primeiro livro de uma série que foca no folclore brasileiro através da aventura de dois irmãos: Tibor e Sátir. Tibor tem treze anos de idade e Sátir tem quinze. Os dois viviam felizes com os pais em um acampamento cigano quando um incêndio os deixou órfãos. Durante dois anos eles viveram em um orfanato, mas sua avó que os buscava incessantemente os encontrou. E agora, Tibor e Sátir irão viver a maior aventura de suas vidas!
A avó dos dois é a Dona Gailde, uma senhorinha simpática que vive em um sítio em um dos Sete Vilarejos. É o retrato da avó fofa, que sempre prepara quitutes e senta-se em sua cadeira de balanço para tricotar. Os dois estão vivendo bons momentos no sítio, aprendendo a cuidar dos animais e contando com a ajuda da avó e de Rurique, um jovem do vilarejo que realiza tarefas no sítio. Rurique tem aproximadamente a idade de Sátir e os três tornam-se bons amigos. Com a proximidade da Quaresma, Dona Gailde avisa os netos do perigo de se sair a noite, mas os irmãos não acreditam nas lendas locais até que em um desafio, encontram-se, junto com Rurique, em uma situação inexplicável.
"Seu rosto, à primeira vista, era bondoso. Isso confortou Tibor, o que foi bom para que suas mãos deixassem de suar tanto. Reparou que sua irmã analisava a senhora de alto a baixo, como se estivesse avaliando se poderia confiar nela." (p.10)
A partir desse momento os três jovens embarcam em uma aventura maravilhosa que os levará ao coração do folclore brasileiro. 
O autor Gustavo Rosseb realizou um trabalho maravilhoso ao usar elementos tão brasileiros de forma encantadora. É o tipo de leitura que faz com que o público jovem se empolgar, pois traz protagonistas carismáticos, jovens e cheios de sonhos em situações fora do comum. A ambientação, tão cheia de vida, é um elemento de destaque na história. A floresta tem vida, segredos e humores. 
"Ele mirava sua lanterna para todos os lados, com medo do que podia se esconder nas sombras, e, embora ninguém dissesse nada, percebia que seu medo era compartilhado pelos outros dois". (p.33)
A trama é muito bem desenvolvida e é empolgante. Ficamos ansiosos pelo que vai acontecer a seguir e queremos, assim como Tibor e Sátir, desvendar os mistérios que envolvem a família Lobato. A história tem lutas, segredos e reviravoltas tudo isso e muito mais envolto em criaturas fantásticas que compuseram a nossa infância.
"Podia ouvir os barulhos da mata ao redor. Os cricris dos grilos compunham a música selvagem que agora tocava em sua cabeça. Aos poucos, a melodia sincronizada dos insetos com os pingos da chuva engolfaram Tibor num sono profundo, antes mesmo de chegar a um possível refrão." (p. 18)

Nenhum comentário