Resenha: Um Novo Reino - Leandro Rodrigues

Editora: Xeque-Mate
Série: A Força de Um Amor # 1

Páginas: 80
Ano: 2018

*Recebido em parceria

Sinopse: O reino de Doron está em decadência. O impiedoso rei Henrique precisa ser desafiado. Eis que surge Alfeu, jovem forte, destemido e portador das mais belas virtudes. Ele ousa desafiar o império e sobre si recaem todos os pesares. No entanto as fadas do reino encantado de Kifa têm um plano: levar a princesa Elizabete, e com isso tentar mudar a mentalidade do rei.
Cabe a Alfeu atravessar o vale Nacret, enfrentar seus medos e reafirmar sua fé para resgatar a bela jovem que foi colocada em seu destino... O amor que brotará como uma rosa, terá forças para romper o mal que o cerca e desabrochar? Deixe-se conduzir por esse conto encantador, regado de magia e profecias de um futuro melhor.


Olá leitores, hoje trouxe mais uma resenha nacional, que faz parte da minha meta de leitura pessoal. Ler mais nacionais, coisa que eu não vinha fazendo muito, pois sofri alguns traumas ao longo dos anos. Mas venho tendo boas surpresas.

Bora falar sobre o livro que tenho em mãos?

A história é bem curtinha, com apenas oitenta páginas o autor Leandro Rodrigues, nos trás uma trama sobre um reino decadente e nos apresenta a Alfeu e o reino de Doron, cujo rei é um tirano injusto, que governa com punhos de ferro e com ele um conselho formado por anciãos que se comportam de acordo com suas próprias vontades e desejos. Podemos facilmente ver nesse enredo, apesar de ficção e fantasia, um pouco de crítica a nossa política e sociedade.

Alfeu não gosta do que vê e não concorda com a forma como vivem, então ele é ousado e movido por sua ânsia de melhorias, e justiça se opõe ao atual governo e luta como pode para tentar ver mudanças.

A história nos trás muitos aspectos reflexivos que podem ser usados, conforme eu disse, na atual política brasileira e situação em que vivemos de diversas maneiras.. Com uma narrativa em terceira pessoa, Leandro Rodrigues trás uma fantasia que muito se confundi com alguns aspectos reais e com destreza conduz o leitor por sua ambientação e história.

Não posso mencionar grandes detalhes da obra, pois ela é bem curta e escrita de maneira simples e direta, se eu falar muito mais que isso, estarei dando spoilers e isso não é legal.
O que posso dizer é que aqueles que curtem o estilo e gênero, certamente poderão encontrar nessa leitura prazer, diversão e muitas reflexões.

O trabalho da Editora, está bem bonito conforme outros livros que pude ter em mãos esse ano. Espero que continuem assim, desenvolvendo um excelente trabalho junto aos nossos autores nacionais.

Beijos e até a próxima leitura.

5 comentários

  1. Oi Karini, tudo bem?

    Ainda não conhecia a obra, então fiquei bem curiosa depois da sua resenha. É um gênero que curto bastante e saber que o enredo traz críticas embutidas a nossa atual situação governamental me deixa ansiosa. Amo quando os livros envolvem política e nos fazem refletir através de suas palavras. Dica anotada!

    beijos!

    ResponderExcluir
  2. Contos são sempre muito envolventes, apresentam uma história ágil e intrigante. Aposto que com essa obra não será diferente. Fiquei curioso por saber os passos que o mocinho precisará dar para que defenda sua amada.
    Ótima sugestão!
    Abraços! 😊

    ResponderExcluir
  3. Olá!
    É horrível fazer resenha de histórias curtas né? Pq qualquer coisa que digamos a mais entregamos a história rs
    Gostei, vou procurar ler. Bjs

    ResponderExcluir
  4. Oi Karini!
    Achei muito legal sua iniciativa de ler autores nacionais! Eu tinha boas experiências na época da adolescência, mas depois acabei sendo sugada pelos internacionais, mas ainda assim esse ano consegui ler uns 2 ou 3 para representar.
    Gostei da sua resenha e fiquei curiosa para saber quais os pontos que podem ser relacionados ao atual cenário político.
    Vou anotar aqui para ler e descobrir.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Olá, realmente é bem curtinho esse livro, mas não é necessário um grande número de páginas pra contar uma história bacana, né?! Achei interessante o livro poder proporcionar essa identificação com a realidade que vivemos.

    ResponderExcluir