Resenha: A História do Século XX Pelas Descobertas da Medicina - Stefan Cunha Ujvari & Tarso Adoni

Editora: Contexto
Páginas: 320
Ano: 2014
Gênero: História / Medicina

* Recebido em Parceria com a Editora

Sinopse - O século XIX trouxe avanços tecnológicos e industriais em diversas áreas. Uma, porém, ficou para trás: a Medicina. Ao redor do planeta, a mortalidade infantil alcançava taxas altíssimas e a expectativa de vida era baixa. Doenças diversas castigavam a população. Mas o cenário mudou ao longo do século XX. Este livro narra, de forma deliciosa, como médicos e cientistas lançavam mão de criatividade, coragem e raciocínio lógico para tornar os progressos possíveis. Experimentos desumanos, antiéticos, acaso e sorte também contribuíram para descobertas inesperadas e revolucionárias. Essa novela, em que a mente humana foi uma das únicas ferramentas disponíveis, é contada pelos médicos Stefan Cunha Ujvari e Tarso Adoni em paralelo aos principais acontecimentos do século XX. Duas histórias inseparáveis, já que fatos históricos precipitaram descobertas médicas, e estas também influenciaram os rumos do século.

"A história do século XX pelas descobertas da medicina" é um livro composto por 22 capítulos (+ Introdução) onde em cada capítulo o leitor é apresentado a um ano, seu contexto histórico e a descoberta médica do período.
"Em 1971, a Associação Psiquiátrica Americana retirou a doença homossexual de seu prestigiado Manual Diagnóstico e Estatístico. A partir de então, a energia da batalha se voltava contra o preconceito. Apesar  disso, os homossexuais masculinos não imaginavam, na época, que a guerra por um espaço livre enfrentaria outro inimigo: o vírus da aids imigrado do Haiti". (p. 280)
De forma didática e com uma linguagem simples e fluída, os autores Stefan Cunha Ujvari e Tarso Adoni conseguiram trazer uma visão clara do contexto médico diante da história. Observamos a descoberta de Mendel sobre a genética ser utilizada de forma distorcida por algumas pessoas, ou como o assassinato do presidente Sadi Carnot irá estimular as pesquisas sobre os transplantes de órgãos ou até mesmo como um vendedor grego de 30 anos de idade, o George Papanicolaou será capaz de salvar as mulheres com sua pesquisa do ciclo menstrual.
"Sua pesquisa agora, tomava outro rumo: buscava diagnosticar doenças através da análise de células desgarradas do colo uterino. Será que infecções bacterianas também causavam alterações típicas nas células? Cistos modificariam seus aspectos? E furúnculos? Papanicolau passou os anos seguintes em busca de resultados". (p. 131)
É uma obra muito interessante que vale a pena ser lida para que o leitor consiga compreender o quadro geral da história da humanidade. Ao analisarmos o que acontecia em determinado período e como tal acontecimento estimulou um avanço médico.

Nenhum comentário