Resenha: International Guy: Paris, Nova York, Copenhague - Audrey Carlan

Editora: Verus
Páginas: 376
Ano: 2018
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Romance 

*Recebido de cortesia* 

Sinopse: Mesma autora da série A Garota do Calendário, que vendeu mais de 670 mil exemplares no Brasil.

International Guy é a agência de Parker Ellis, um dos maiores especialistas do mundo em vida e amor, que tem como missão ajudar as mulheres em questões tão diversas quanto se sentir sexy e poderosas, aprender a administrar um império empresarial ou conquistar o homem dos seus sonhos. Parker e seus dois sócios atendem mulheres ricas do mundo todo, como atrizes de Hollywood, membros da realeza e CEOs de multinacionais bilionárias. E, às vezes, eles não podem evitar que as coisas esquentem e vão parar na cama de suas clientes. Literalmente. Parker adora sua vida de playboy e não está procurando compromisso. Afinal, há um mundo inteiro à sua frente: os negócios o levam de Paris a Milão, de Berlim ao Rio de Janeiro. Mas, conforme ele pula de cidade em cidade — e de cama em cama —, é possível que acabe encontrando mais que sexo ao longo do caminho...

Neste primeiro volume, a International Guy vai a Paris para ajudar uma jovem herdeira a assumir o controle da própria vida. A próxima parada é Nova York, onde a atriz mais badalada do momento precisa reencontrar a paixão pela profissão. A viagem termina em Copenhague, com uma princesa que está jogando sujo para escapar do destino.




Tudo bem com vocês?
Recebi esse livro de cortesia, chegou de surpresa, eu não solicitei e sou sincera em dizer que não solicitaria. Mas já que chegou eu resolvi ler eu mesma ao invés de passar para alguma colaboradora, afinal não custa tentar sair da minha zona de conforto e quem sabe daí poder me agradar e descobrir novos livros que se tornam queridinhos. Masssssssssssssssssssss, não foi bem assim.. Como dizem, "se arrependimento matasse, estaria morta". Que livro ruim!

A história não tem um enredo embasado. Eu já tinha lido algo dessa autora antes e detestei (A Garota do Calendário), ainda assim resolvi dar mais uma chance para ter a certeza que não suporto seus livros e sua escrita.
dificilmente eu sou tão categórica ao me referir a um título, mas esse não rolou de jeito nenhum.. E me desculpe aos fãs da autora ou apreciadores do livro, sabe aquele velho ditado né.. "cada um com seu gosto"..

Falando um pouco do livro.. Temos uma empresa chic chamada Internaciol Guy, idealizada por três amigos da época da faculdade, Parker, Bogart e Royce. Cada um deles tem predisposição para algumas habilidades, Parker é bom com sonhos, ou realizá-los, fazer acontecer. Bogart é o cara do amor, vocês vão entender melhor depois e Royce é cara do dinheiro e juntando todas as habilidades e conhecimentos que possuem resolvem ajudar mulheres independente dos problemas que elas trazem para eles. O enredo tem um foco bem grande no Parker nesse primeiro volume.

Continuando, eles vão ajudar Sophie herdeira que recentemente assumiu as responsabilidades da empresa da família e sente meio perdida em sua nova função, sem qualquer habilidade aparente, entre outras coisas. Então o trio se une em prol de ajudar Sophie a se tornar a CEO que está destinada a ser e nesse processo de aprendizado e etc, ela descobre muitas coisas erradas na empresa, como assédio e desvios de dinheiro. Isso acontece em Paris.

Aí o cenário muda, levando Parker a Nova York para ajudar a atriz Skyler Paige que por acaso é o @ dele desde que ele viu a mulher nas telas.. Então parece que o trabalho se tornou um pouco mais interessante para Parker, que foi chamado com exclusividade. O problema de Skyler é que ela perdeu o desejo de atuar, ou seja, de realizar seu trabalho. Ele terá de encontrar uma forma de ajudá-la e no meio disso a tensão sexual entre os dois é crescente o que com certeza complica ainda mais a execução do seu trabalho.

Em outro momento, estamos em Copenhague com Parker mais uma vez que é convocado a ajudar a Família Real da Dinamarca, o problema da vez é que a princesa e futura rainha rejeita se casar com seu pretendente prometido; o que é estranho nessa história é que a princesa e o pretendente já namoraram antes de serem anunciados na linha de sucessão para assumirem seus deveres com o trono. Deveria ser tranquila a união, já que ambos eram namorados. Parker conhece o príncipe e por ele o casamento está mais que certo, pois ele não quer ninguém além de sua princesa, que é a futura rainha da Dinamarca.. Esse trecho da história foi bem estressante galera e sem noção.. Acho que a autora tomou umas bebidas para tentar se inspirar e meio que deu errado..

Diferente de Garota do Calendário - que já disse que eu detestei, nessa nova série temos as perspectivas masculinas sobre diversas situações, trabalho, relacionamentos e afins, mas pra mim, sinceramente funcionou tanto quanto a série anterior.. NÃO FUNCIONOU!

Eu não consegui concluir o livro, pois achei chato, sem um enredo de verdade.. Muita enrolação e futilidades.. Desculpe meu povo. Mas dessa vez não deu certo para mim. Espero que a experiência de vocês seja melhor que a minha.

Esse livro foi uma total perda de tempo pra mim!





19 comentários

  1. Gosto de gente sincera que não fala bem de uma obra por pura falsidade! Fiquei com vontade ler também pra sentir na pele se é ruim mesmo ou se é o livro que não está na sua lista de dieta literária! De qualquer modo, sua resenha é gostosa de ler. Talvez seja melhor ler sua resenha do que ler o livro. Vou ficar com a primeira opção!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Eduardo, eu não sou de enfeitar se não curto nada da história. Não é um gênero que costuma me atrair em geral. Mas esse livro acho que foi ainda pior que o primeiro que eu li da autora.
      Teve pessoas que amaram.. Eu fiquei naquela sensação de mais do mesmo e senti muita falta de um desenrolar mais trabalhando.

      Excluir
  2. Olha eu vou ser sincera. Eu gostei muito de A garota do Calendário. Sério. Eu quero muito esse livro na minha estante. (Quiser me enviar eu aceito. Kkkk Brinks)
    Mas ao ler ele em ebook eu posso falar que gostei disgostando. Ela tentou fazer uma visão masculina que não ficou muito agradavel. E eu jurava que ela ia trabalhar todos os homens da série. Mas não ela ficou só em um e isso está me incomodando um pouco. Esperava mais. O último conto foi bem chato pra mim. Mas... Ainda assim eu pretendo terminar esses livros. Sou teimosa fazer o que. Mas eu gostei muito da sua sinceridade. parabéns.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não curti. Mas ri com o livro que outra coisa.
      Mas eu não sou muito fã do gênero, apesar de gostar de um ou outro.
      Mas essa autora em especial ainda não conseguiu me agradar mesmo.

      Pois é, achei que o livro seria mais interessante por ela ter pego como principais personagens masculinos.
      Mas achei mega clichê, bobo e sem um enredo de fato.. A sinopse diz uma coisa que na leitura não flui bem assim.
      Pelo menos não pra mim.

      Se quiser o livro me chama no privado do face, estou querendo alguns, quem sabe não trocamos.
      Beijos.

      Excluir
  3. Não conhecia esse livro, e não sabia que era a mesma autora de A garota do calendário, esses livros não me interessam muito, mesmo já tendo visto tantos comentários bons.
    É uma pena que você não tenha gostado desse livro, é bastante desconfortável quando isso acontece. Mas fazer o que?! Seguir em frente que vários livros bons vão surgir no seu caminho. ♥️
    Gostei bastante da sua sinceridade, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É chato sim, se dedicar a uma leitura (quando já temos tempo tão reduzido) e nos depararmos com algo que jao agradou nem um pouquinho.

      Não tinha nem como não dizer como me senti.
      Quando livros desse gênero, que já não são meus favoritos, me agradam, faço questão de dizer. Mas as vezes não rola mesmo.

      Beijos.

      Excluir
  4. Olá!! :)

    Eu nunca tinha ouvido falar deste livr, confesso, mas valeu a resenha para saber que devo fugir!!! ahahah

    ENfim, adorei a sinceridade! Tambem odeio quando a trama nao flui e se enche de futilidades!...

    Boas leituras!! ;)
    no-conforto-dos-livros.webnode.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu só fiquei sabendo por ter chegado aqui em casa de surpresa, pois gêneros assim passam batido.
      Mas eu resolvi ler, na minha tentativa de sair da zona de conforto, mas esse não desceu.

      Mas quem sabe não te agrade.
      Afinal, gostos podem ser diferentes e impressões também.

      Beijos.

      Excluir
  5. Eu ainda não conhecia esse livro, mas parece muito bom. A premissa é bem bacana, e é um gênero que eu leio bastante. Espero poder ler amo que vem ♥️♥️

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Para quem curte o gênero, acredito que vá até gostar.. Sr curte, se joga! Beijos.

      Excluir
  6. Olá, que pena que você não curtiu a leitura. A premissa da primeira parte da história até me pareceu interessante, com isso de eles ajudaram a resolver problemas; mas acontece mesmo de algumas leituras não nos agradarem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu resolvi ler, para sair da minha zona de conforto, mas eu me decepcionei demais e senti aquela sensação de perda de tempo. Acontece!
      A premissa me chamou um pouco atenção, mas realmente senti muita falta de um livro com mais conteúdo, com personagens mais complexos e melhor desenvolvidos. Pra mim, não rolou.

      Excluir
  7. Olá!
    Adorei a sinceridade, eu confesso que não leria, eu tenho um certo "receio" de livros do gênero, mas assim como você, as vezes eu dou uma chance, porque não custa nada né?! Já li muita resenha positiva sobre ele, mas acredito que assim como você iria acabar achando uma leitura chata e massante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Geralmente eu também não leio livros assim, mas esse até que tinha na sinopse, atrativos. Mas não funcionou pra mim.

      Beijos.

      Ps. Acho que essa autora não funciona para o meu gosto.

      Excluir
  8. Oi Ka, eu li Corpo, da mesma autora e odiei, o livro romantizou tanto o relacionamento abusivo que eu só consegui sentir odio, nunca fiz uma resenha tao negativa quanto daquele livro, acontece que li essa obra que também recebi de cortesia e o sentimento que tive é que depois de Corpo, a autora tentou se redimir e colocou homens que tratam as mulheres de fato como elas merecem, sabe? Mas sim, a história tem seu lado futil, nao discordo de ti.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Day, fico contente de encontrar alguém que entende o que eu senti lendo esse livro e outro da autora. Graças a Deus eu nao li Corpo, se tivesse lido, acho que minha repulsa teria sido ainda mais intensa.
      Li um livro de autor nacional que romantizava o relacionamento abusivo, que continha estupro, roubos e etc e no final, o carinha se redimiu. Eu, honestamente, não consigo acreditar que nem mesmo um personagem consiga ser um monstro e em tão pouco tempo se torna um Príncipe.
      Mas parece que é uma receita que agrada a mulherada por aí. Respeito, mas não entendo.

      Esse tipo de "história" não cabe nem na ficção e nem na real.
      Não pra mim.

      Beijos.

      Excluir
  9. Oi, Karini!
    Obrigada por me livrar dessa série! Ela foi lançada com o preço lá nas alturas e eu esperei uma promoção. Aí eu vejo que os e-books estão custando menos de 10 reais e pensei se deveria me arriscar. Só que eu vi que era a mesma autora de A Garota do Calendário, então esperei alguma resenha pra ver se valia a pena. AINDA BEM que foi a sua! hahahaha
    Uma pena mesmo que tenha sido frustrante, mas acho que eu teria a mesma sensação que vc ao ler esse livro: perda de tempo total.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  10. Menina do céu! Você simplesmente destroçou com essa resenha e confesso que disse muita coisa do que eu penso sobre a escrita dessa autora. Também tentei ler a Garota do Calendário e confesso que desisti e não me arrependo disso. Pensei em dar uma chance para esses livros, mas pelo que disse, estou vendo que estou bem em me mandar afastada deles

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem Karini?

    Eu gostei bastante da sua resenha, a minha namorada teve a oportunidade de ler esse livro e resenhar lá na Saga e ela curtiu bastante "International Guy". É uma pena que o livro não te conquistou totalmente. Parabéns pela sinceridade!
    Abraço!

    ResponderExcluir