Resenha: A Mulher do Meu Marido - Jane Corry

Editora: Record
Páginas: 434
Ano: 2018
Gênero: Ficção / Literatura Estrangeira / Suspense e Mistério 

*Recebido em parceria*

Sinopse: Quando Lily, uma advogada em início de carreira, se casa com Ed, um pintor frustrado, ela está disposta a deixar os segredos do passado para trás. Lily vê no casamento a chance de recomeçar, mas não consegue deixar de se perguntar se o marido superou mesmo o rompimento com a ex-noiva. À frente de seu primeiro grande caso, ela tem de dividir seu tempo entre o marido, que vive uma péssima fase profissional, e seu cliente, um homem condenado pelo assassinato da namorada e por quem talvez esteja disposta a arriscar tudo. Mas será que ele é mesmo inocente? E quem é ela para julgá-lo? Mas a advogada não é a única que esconde algo.

Carla, sua vizinha de anos, conhece o poder de um segredo. A pequena imigrante italiana sofre por não ter pai, é vítima de bullying na escola e vive com o pouco dinheiro que a mãe ganha. Mas ela sabe que bons segredos podem comprar qualquer coisa. Principalmente os segredos do amante de sua bela mãe. A menina esperta, observadora e que compreende muito mais coisas que os adultos possam imaginar logo conquista a simpatia do casal de vizinhos, com quem passa quase todos os domingos. Para Lily, Carla é a desculpa perfeita para eles não pensarem nos próprios problemas. Para Ed, Carla vira a inspiração para um novo quadro.

Uma década depois, quando Lily - agora uma advogada respeitada e bem-sucedida - e Carla - uma bela mulher que, quando menina foi o modelo da obra prima de Ed - se reencontram, uma série de coisas estranhas começa acontecer, e nenhuma delas pode imaginar o trágico desfecho dessa história.



Eu adoro títulos assim, então a ansiedade em realizar essa leitura foi tanta na época que eu recebi que perdi algumas preciosas horas de estudo, mas graças a Deus passei direto.. Então não me arrependo, pois estava precisando relaxar.

Nesse enredo temos Lily que acaba de voltar de sua lua de mel com seu marido Ed. Tudo parece ir bem, eles dão início a uma nova vida juntos, ela é jovem e advogada, enquanto ele é um pintor aspirante.. E as coisas logo de cara ao invés de ter aquela magia de começo de casamento, se torna um pouco frustrante e complicada, pois Ed tem umas crises por conta de suas frustrações, além disso, ele parece esconder algo de Lily. Eles vivem uma vida muito conturbada, parece que estão casados a anos com tantas brigas, problemas, segredos.. Até que conhecem Clara, a vizinha de apenas nove anos; com seu jeitinho Clara consegue deixar Lily mais feliz e disposta, enquanto se torna inspiração para as pinturas de Ed, e então as coisas parecem estar melhorando.. 

Enquanto isso Lily tem que lidar com seu trabalho Joe Thomas, acusado de assassinar de maneira cruel e brutal sua namorada, está entrando com um recurso depois de alguns anos de prisão e Lily é designada ao caso, passando a acreditar que Joe é inocente e está preso erroneamente, mas não é só isso, parece que Lily sente alguma coisa a mais por Joe, e sinceramente, nem eu  mesma consegui de fato decifrar o sentimento dela no começo, que foi um pouco confuso. Lily fica dividida entre encontrar a verdade sobre o caso de Joe e seu casamento que apesar do frescor da presença de Clara, parece estar ainda em constante declínio.

Tempo vai, tempo vem.. E dez anos depois Lily se reencontra com Clara. Lily muito bem em sua profissão e aparentemente feliz com sua vida e Clara linda e muito jovem iniciando o estudo em Direito. Mas nem tudo são flores e alegrias como relatado acima. O reencontro de Lily e Clara trás segredos a superfície, velhas mágoas e muitos segredos não ditos.

Bom, o que eu achei?

O livro não é ruim, mas eu esperava mais. Curto o mistério, ainda que eu perceba logo do que se trata, mas nesse livro não temos de fato o quesito surpresa já que a autora nos entrega do que se trata desde o início, mas ainda assim não foi uma história ruim, pois eu entendi que a partir daqueles problemas e situações apresentados pela autora é que viria o desenrolar das vidas dos personagens, do que acontece com eles depois de passarem determinadas situações.. e como eles conseguem ou não dar continuidade à suas vidas.

Então eu recomendo sim A Mulher do Meu Marido, pois se trata de um livro que tem uma fórmula já conhecida, porém escrita de maneira bem pessoal e com o toque especial da criatividade do autor.

Beijos.

15 comentários

  1. Gostei de conferir sua resenha e sua opinião sobre essa obra, eu já vi algumas resenhas sobre ele e são bem similares, mas confesso que não me enche os olhos em nada. Não consigo gostar, até tentei esse ano ler livros desse gÊnero mas não funcionou para mim, infelizmente.
    Mas parabéns pela sinceridade da sua resenha.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Te entendo
      Tem gêneros que nao funciona para mim também.
      Eu curto bastante essa legada de livro.

      Beijos.

      Excluir
  2. Acho que eu li tantos livros desse gênero este ano, que acabei enjoando.
    Por mais que o enredo seja diferente, o desfecho e a personalidade dos personagens são repetitivos, por isso entendo as suas ressalvas. É a primeira resenha que leio deste livro e acredito que daria uma chance pra leitura sim =) Mesmo sabendo que deveria ir com menos expectativas.

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As vezes da uma cansada de ler os mesmos gêneros sempre. Por isso eu tenho me aventurado em gêneros bem diferente da minha rotina. As vezes encontro coisa a maravilhosas.. Outras, é pura perda de tempo.

      Excluir
  3. Eu estou muito ansiosa por essa leitura. Amo capas e títulos instigantes.
    Gosto bastante do gênero, e espero gostar dessa obra.
    É uma pena que você não tenha gostado tanto, espero que para mim funcione melhor. Rs Mas não vou ir com muitas expectativas, para não ser tão frustante.
    Gostei bastante da sua resenha, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse tipo de enredo costuma me agradar muito.
      O livro não é ruim, mas como eu disse, esperava bem mais.

      Excluir
  4. Muito interessante, realmente vou considerar essa leitura. Marcado!

    ResponderExcluir
  5. Olá, tudo bem? Caramba, a trama parecia ser ótima, é uma pena que a autora entregue o mistério já no começo do livro... Adorei tua resenha e dica, talvez algum dia eu dê uma chance!

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim.
      Na verdade é boa. Mas não foi tudo que eu esperava. Costumo ler muitos livros desse gênero, então, sou um pouco mais exigente que o normal.

      Beijos.

      Excluir
  6. Olá!
    Estou doida para ler este livro e fico feliz de saber que apesar de não ter nada tão original e grandioso é bom mesmo assim. Mesmo assim deve ser um livro cheio de reviravoltas.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vale a pena ler sim.
      Eu esperei mais da obra. Mas ainda assim me agradou.

      Excluir
  7. Oi, Karini!
    Eu curti a premissa do livro, meio que suspeito de alguns acontecimentos que geraram esse reencontro estremecido entre Lily e Clara, mas tive uma sensação de "já vi isso antes" ao ler a sua resenha, por isso não vou deixar esse livro como leitura prioritária. Mas, se houver oportunidade, não deixarei de ler.
    Bjos
    Lucy - Por essas páginas

    ResponderExcluir
  8. Olá,
    Eu ainda tenho muitas dúvidas quanto a esse livro, até agora não entendi bem do que ele trata. Mas claro você deve ter tomado cuidado com spoilers, o que admiro, porém ainda não sei do que é este livro, seria mais um thriler psicológico né? Embarquei neste gênero este ano e alguns me agradaram bastante, este parece seguir esta linha (eu acho).

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  9. Oi, Karini!
    Eu estava (aliás, estou) muito curiosa com esse livro, eu dou viciada nesse gênero e tramas assim sempre despertam o meu interesse, mas é horrível quando a gente começa uma leitura com altas expectativas e acaba que elas não são atendidas. Eu adorei a sua resenha e a sia sinceridade, pretendo ler o livro porque me parece ter uma ótima trama, mas já vou começar a leitura sabendo mais o que esperar.

    ResponderExcluir
  10. Oi Karini! Tudo bem?
    Adoro suspense embora um livro que não supra nossas expectativas seja algo bem frustrante. Nesse caso, porém, como não li e confesso que deduzir não é bem comigo, pode ser que eu me surpreenda e goste muito.
    Beijos...
    Lady Trotsky

    ResponderExcluir