Resenha: Não Confie em Ninguém - Charlie Donlea

Editora: Faro Editorial
Páginas: 352
Ano: 2018
Gênero: Romance / Suspense e Mistério 

Sinopse: O melhor livro de Charlie Donlea - até agora. O destino de Grace Sebold toma um rumo inesperado durante uma tranquila viagem com o
namorado. O rapaz é assassinado... e ela é condenada pelo crime. Depois de dez anos na prisão, surge a chance de Grace provar sua inocência ao conhecer a cineasta Sidney. Em um documentário que exibe as falhas do processo, a cineasta questiona se a condenação foi fruto de incompetência policial ou se a jovem foi vítima de uma conspiração. Antes do término das filmagens, o clamor popular leva o caso ser reaberto, mas um novo fato provoca uma reviravolta: Sidney recebe uma carta anônima afirmando que ela está sendo enganada pela assassina. A cineasta começa a investigar o passado de Grace e quanto mais se aprofunda na história, mais dúvidas aparecem. No entanto, agora, o que está em jogo não é apenas a repentina fama e carreira, mas sua própria vida.


"Não confie em ninguém" é um thriller emocionante que deixará o leitor absorto na leitura até a última página. O livro conta a história de Grace Sebold, uma estudante universitária que viaja para o Caribe com a família e o namorado para participar de um casamento que é presa sob a acusação de assassinato do próprio namorado. Com uma investigação rápida e talvez ineficiente e um julgamento relâmpago, Grace tem sua vida virada do avesso e o futuro brilhante que a esperava arrancado abruptamente.


“Matar alguém exige perfeição, timing e sorte. Eu esperava que esses três atributos estivessem ao meu lado nesse entardecer.” (p. 13)


A história avança dez anos e somos apresentados à uma documentarista chamada Sidney Ryan, que vem sendo reconhecida por seu trabalho minucioso e honesto, até mesmo conseguindo libertar pessoas inocentes da prisão. Por dois anos Sidney vem recebendo cartas de Grace (assim como de outras centenas de presos que alegam sua inocência), mas apenas após discutir a viabilidade da realização de um documentário com sua parceira Leslie Martin é que Sidney viaja até o Caribe para ter uma perspectiva real do caso.
O perfil de Grace é um perfil que se destacaria na televisão: uma garota de classe média, com um futuro brilhante que foi presa em outro país e que teve um processo de prisão/julgamento rápido. Sidney percebe que as autoridades caribenhas estavam interessadas em finalizar rapidamente o caso por se tratar de um local turístico. Então a grande questão é: Grace matou o seu namorado ou as autoridades caribenhas pisaram na bola durante a investigação?


“Sidney estava à procura de algo mais do que uma história perturbadora. Ela buscava furos no caso... mas o que ela procurava era algo que pudesse levar aos seus chefes da emissora de tevê que os convencesse de que uma grave injustiça ocorrera.” (p.36)


Sidney, junto com a parceira e a emissora de televisão decidem fazer um documentário em tempo real, ou seja, o telespectador irá descobrir ao mesmo tempo em que a equipe investigativa tudo o que aconteceu ou as novas evidências que vão surgindo. Tal formato de documentário acaba conquistando os telespectadores e a investigação mudará a vida não apenas de Grace, mas também de Sidney de uma forma inesperada.
O autor criou personagens com personalidades fortes, cheios de segredos e um enredo muito bem construído, onde a cada momento, um possível novo culpado surge ou uma nova evidência apontando Grace como autora do crime aparece.
Quanto mais Sidney se aprofunda na investigação, mais dúvidas surgem tanto sobre a culpa como a inocência de Grace. Cabe ao leitor ir juntando as pistas apresentadas e ir montando o quebra-cabeça apresentado, mas algo é garantido: o final do livro é inesperado e de tirar o fôlego!


"Havia algo sedutor em Grace Sebold. E se Sidney conseguia sentir isso nas cartas, tinha certeza de que os telespectadores veriam isso em um documentário." (p. 60)
 

Um comentário

  1. Oi Karini

    o Charlie escreve mt bem, suas história são sempre envolventes!

    Bjoooooos
    muitospedacinhosdemim.blogspot.com.br

    ResponderExcluir