Resenha: A Guerra dos Tronos - Crônicas de Gelo e Fogo #1 - George R. R. Martin

Editora: Suma de Letras
Série: As Crônicas de Gelo e Fogo #1
Páginas: 600
Ano: 2019
Gênero: Aventura / Fantasia / Ficção / Literatura Estrangeira / Romance

Sinopse: A guerra dos Tronos é o primeiro livro da série best-seller internacional As Crônicas de Gelo e Fogo, que deu origem à adaptação de sucesso da HBO, Game of Thrones.

O verão pode durar décadas. O inverno, toda uma vida. E a guerra dos tronos começou. Como Guardião do Norte, lorde Eddard Stark não fica feliz quando o rei Robert o proclama a nova Mão do Rei. Sua honra o obriga a aceitar o cargo e deixar seu posto em Winterfell para rumar para a corte, onde os homens fazem o que lhes convém, não o que devem... e onde um inimigo morto é algo a ser admirado. Longe de casa e com a família dividida, Eddard se vê cada vez mais enredado nas intrigas mortais de Porto Real, sem saber que perigos ainda maiores espreitam a distância.

Nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. E, nas Cidades Livres, o jovem Rei Dragão exilado na Rebelião de Robert planeja sua vingança e deseja recuperar sua herança de família: o Trono de Ferro de Westeros.



Hoje eu trouxe uma resenha de uma das séries mais aclamadas no mundo inteiro. Série de livros e Série de TV de um dos autores mais sensacionais do gênero, na minha opinião.

Como todos devem saber, esse livro já teve várias edições, de outras editoras (principalmente da Leya), tendo sido republicado novamente esse ano pela Suma de Letras. Sobre a edição, ela é simples, brochura e com papel amarelado, que é o que eu prefiro. Honestamente, tendo tido tantas edições desse livro, inclusive uma maravilhosa em capa dura especial, eu esperava que a Suma fosse trazer uma edição em capa dura, especial.. Isso me decepcionou um pouco. Mas só por eu ter achado que seria uma edição especial nesse final de temporada aguardado por todos que assistem ao seriado de tv. O tradutor é o mesmo, Jorge Candeias e pelo informado tiveram alterações pontuais no projeto gráfico, porém se observarem a edição da Leya de 2015, é bem parecida a da Suma de 2019.

Bora ao que achei da obra?
 
Sendo bastante sincera eu sempre relutei em ler os livros dessa série, não costumo ter medo do número de páginas, mas a cada lançamento que eu via dessa série, pensava e acabava desistindo, por ser uma série longa e por ter muitas páginas, dá aquela impressão que iremos ler apenas isso para sempre. Não sei se vocês passam por essas impressões as vezes, em meio a tantas leituras que temos disponíveis. Mas finalmente tomei coragem quando veio a edição especial (da outra editora) e agora mais uma vez com esse lançamento da Suma, uma Editora que eu curto demais da conta.
 
Esta é uma das séries de fantasia mais bem escritas e descritas que já li. Além de ter uma ambientação sensacional e personagens críveis no sentido de tão bem construídos que realmente conseguimos nos ver completamente submersos na leitura e suas 600 páginas, passam de maneira rápida e neste volume somos introduzidos a tudo que estará por vir em Guerra dos Tronos. Iremos conhecer as principais casas e tradicionais, que são cada uma respeitada por seu legado, nome e afins.  Aí temos a casa que amo, a casa dos Starks, que é representada por lobos e conheceremos então Winterfell, comandada por um dos homens mais admiráveis, Ned Stark. Ele é casado com Catelyn e os filhos do casal são: Robb, Sansa, Arya, Brann e Rickon. E temos o bastardo de Ned Stark, Jon Snow; todos os bastardos são chamados pelo sobrenome Snow. 

O atual Rei dos Sete Reinos é Robert Baratheon, conquistando a coroa, após Jaime Lannister, seu cunhado, matar o rei louco, que era da casa Targaryen. O rei Robert é casado com Cersei Lannister, uma casa também tradicional e juntos eles tem filhos, mas o destaque aqui vai para Joffrey, que é o primeiro a suceder seu pai no trono. 

Conhecendo um pouco sobre a premissa inicial, então vamos tendo o desenrolar da história quando o Mão do Rei, conhecido como seu principal conselheiro morre e Robert Baratheon, resolve ir a Winterfell com toda sua corte para convocar Ned Stark para a posição de conselheiro do rei. Eu digo convocar, por saber que Ned não teria ali, muita escolha. Robert e Ned tem uma história antiga que os liga, que mais para frente vocês terão conhecimento, ou já o tem, se leram os livros ou assistiram a série de tv (apesar de ter diferenças entre um e outro). E com a ida de Ned Stark e suas filhas Sansa e Arya para a corte acaba revelando uma série de intrigas, incesto, traições assassinatos e coisas que vão bem além do que se possa imaginar, e olhar que estou bem acostumada com as intrigas da corte, mas digo com total certeza que nada supera Guerra dos Tronos para mim.

E em contra partida, também vamos conhecer Daenerys e Viserys Targaryen, os últimos dragões (símbolo de sua casa) e parentes do rei louco assassinado por Jaime Lannister. Os irmãos vivem em uma espécie de exílio, pois eles representam a real linha de sucessão ao trono, que foi tomada pela casa Baratheon. Viserys dá sua irmã de apenas treze anos em casamento em troca de algumas exigências a um Khal, que pode ser considerado rei de seu povo, eles são um tanto quanto bárbaros e possuem um estilo de vida bem diferente do que vimos na corte ou mesmo em Winterfell. Mas não deixando de lado as tradições de que as mulheres não tem escolhas em questões como casamento e outros, a mulher é para procriar, dando filhos que irão manter as tradições de suas famílias, unindo-se em casamentos arranjados e por aí vai. Até aqui nada novo, mas assustador, ver Daenerys sendo entregue a alguém como um Khal. E como Daenerys se casa com um Khalasar (rei de seu povo), ela se torna sua Khaleesi (rainha e rainha de seu povo) e com isso comandante dos mesmos junto ao seu marido. E ela tem total ciência de sua posição como herdeira dos Sete Reinos e isso é sua maior motivação, tomar de volta o que lhe pertence por direito; o Trono de Ferro!

Bom.. A história tem início dessa maneira e além disso, em suas 600 páginas tem muito mais. Eu amo a casa Stark, que irá passar por problemas e situações inimagináveis. Assim como fiquei encantada por toda a força e postura que uma menina, Daenerys, conseguiu desenvolver diante as piores circunstâncias que se possa imaginar. Ela é uma força da natureza, uma comandante, uma rainha.. E todo meu amor do mundo por ver uma mulher sendo tão bem desenvolvida como ela foi neste livro e como sei que ainda será no decorrer da série.

Tem tantos outros personagens interessantes em vários aspectos, desde a maldade, interesses, astúcia, honra, lealdade e outros.. Que se eu fosse falar de todos, eu não iria conseguir terminar essa resenha e obviamente entregaria demais, mesmo achando que bem poucas pessoas hoje não conhecem nada sobre A Guerra dos Tronos. 

Sou fã do autor, e fã incondicional dessa série maravilhosa.. E não esperem por coisas fofas, romances avassaladores e afins.. A história é intrínseca, brutal e mostra as facetas de uma verdadeira guerra e as intrigas e maldade existentes nos seres humanos desde tempos antigos, ainda que estejamos falando em ficção!

Recomendo demais!
 

9 comentários

  1. Olá, Karini.

    Uma pena a editora não ter feito uma edição mais especial, com certeza os fãs iriam adorar e seria alvo de mais vendas.
    Confesso que não sou muito fã dessa série, a história não me chama muito a atenção. Além de ser verdade o que você falou, muitas das vezes não lemos por ser uma série muito longa em questão de páginas.

    ResponderExcluir
  2. Oi! Eu simplesmente amo essa série! Confesso que parei de ler no terceiro livro exatamente por preguiça, mas devido a cagarem a série de tv, acho que vou reler tudo e esquecer que houve um dia a série da HBO. E sim nos livros e na série, meu queridinho é o Jon, não tem como, apesar de que eu tenho certo carinho por Daenerys e alguns outros personagens. Recomendo lerem!

    Bjoxx ~ Aline ~ www.stalker-literaria.com ♥

    ResponderExcluir
  3. Oi, gostei de poder relembrar um pouco sobre a história pela sua resenha. Eu li esse livro há alguns anos e não fiquei motivada a continuar lendo a série, decidi esperar o último ser lançado para poder conferir até o final de uma vez, e espero até hoje, rsrs. Queria mesmo saber como tinha ficado essa edição da Suma.

    ResponderExcluir
  4. Oi Karini!
    Só escuto coisas boas relacionadas a esse livro, mas ainda não consegui ler assim como também não consegui passar da segunda temporada de assistir. Acho muito interessante o enredo, não vou falar que não vou ler mas, mas vou esperar uma outra ocasião. Parabéns pela resenha, me deixou curiosa em conhecer mais da família Stark, bjs!

    ResponderExcluir
  5. Eu sou uma das poucas pessoas que não conhecem praticamente nada desta série.kkkkkkkk... Nunca assisti a série de TV e venho criando coragem para apostar nos livros. Eu só não tenho o primeiro, todos os outros eu consegui comprar em promoção nas Lojas Americanas (e foram promoções imperdíveis mesmo!), mas o primeiro não tinha e até hoje não consegui comprar, pois não quero pagar caro pelo livro.

    Não sou muito ligada em fantasia, mas li recentemente Corte de Espinhos e Rosas e agora entendo por que a sinopse do livro o compara com As Crônicas de Gelo e Fogo. Existem certas semelhanças, realmente.

    Um dos motivos para eu evitar tanto a série é justamente o que você mencionou: é uma série brutal, que mostra de maneira bem crua intrigas da corte e maldade humana. E muita gente já me disse para não me apegar a nenhum personagem, pois há muita morte na série. Então, quero ler, mas fico com aquele medo.

    ResponderExcluir
  6. Li esse livro há muitos anos, e agora que a série está chegando ao final estou afim de reler os livros. Li só o um e dois, e quero continuar. Adorei a resenha! E gostei muito dessa edição da suma.
    beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Karini!
    Ainda tive coragem de me aventurar nessa série porque confesso que ela me assusta um pouco devido aos livros serem gigantescos, mas tenho curiosidade porque muita gente elogia bastante. Não sei se lerei um dia mas com certeza seria uma leitura que valeria a pena.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Eu amo demais essa história! Martin criou um universo incrível e as tramas chamam e prendem muito a nossa atenção. Mas não pretendo finalizar os livros no momento, ainda mais porque ainda não saiu os dois últimos.

    Beijos, Gabi
    Reino da Loucura | Instagram

    ResponderExcluir
  9. Tive a mesma apreensão que você antes de começar a ler essa serie, porem, passado esse primeiro livor, que eu amo demais, a serie ganhou muito espaço no meu coração e hoje eu entendo o motivo dos fãs deste universo defenderem tanto os livros. Eu sou um deles hoje.
    beijos

    ResponderExcluir