Resenha: Quando Éramos Filósofos - A História Dos Alunos De Merlí Héctor Lozano

Editora: Faro Editorial
Páginas: 288
Ano: 2019
Gênero: Ficção / Filosofia 

Sinopse:  CONHEÇA O DESTINO DOS PERSONAGENS DA SÉRIE MERLÍ MUITO ANTES DE CHEGAR NA NETFLIX!Passaram-se 7 anos desde que Bruno, Pol, Mònica, Berta, Ivan e Gerard perderam mais que um professor de Filosofia... Perderam um grande mestre. Você vai reencontrar esses jovens e descobrir como as questões filosóficas participaram e transformaram suas vidas: primeiros amores, festas, escolhas profissionais, medo do futuro, relações familiares, amizades... todos os pontos das inesquecíveis aventuras da série de sucesso da Netflix.Narrado por Bruno, você vai relembrar os momentos na escola Àngel Guimerà, que decide escrever uma carta para a sua irmã. Mina, a filha que Merlí teve postumamente com Gina, só deve ler essas memórias quando for adolescente, para descobrir quem eram e comoviveram os alunos de seu pai.Este livro é mais que um novo capítulo da série, que trará os personagens de volta aplicando a Filosofia na prática. Agora, você pode conhecer os destinos desses jovens e refletir sobre histórias parecidas com as suas ou com a de todos que carregam lembranças tão especiais.


Oi gente, como estão? Faz um tempo que eu não apareço por aqui, sou a Dani, para quem não lembra, resenho aqui no blog como colaboradora as vezes e hoje trouxe uma história que estava muito curiosa para ler, depois que assisti a série!

Escrito por Héctor Lozano, Quando Éramos Filósofos trás uma reunião que ocorre após sete anos terem concluído o ensino médio, ah! esse é o segundo livro, li o primeiro também, então vou tentar me conter e não dar muitos spoilers. O primeiro livro também está resenhado aqui no blog.

Neste volume veremos um pouco mais sobre os alunos e o que os motivava nas mãos de Merlí, a forma como eram realizadas as interações e principalmente as influências de fora, já que tudo fora do contexto da sala de aula era passível de influência em todo o contexto!

Esse volume temos um foco maior no Bruno e na complicada relação pai e filho, professor e aluno. algo que me interessou bastante já que sou filha de professora e já tive minha mãe dando aulas para mim.

Merlí tem um método, uma fórmula muito interessante de ensino, onde ele incentiva seus alunos não a seguir um padrão proposto pela sociedade ou sistema, mas a serem quem são, mostrarem isso e buscarem seu espaço no mundo, claro que toda ação gera uma reação, assim como escolhas geram consequências que podem ser positivas ou não!
Essa forma de ensino, de filosofia é um desafio e ao mesmo tempo muito interessante, pois o mundo está sempre em constante mudança, mas os valores, acredito que não se alteram, acredito que alguns tabus vem sendo derrubados, enquanto continuamos enfrentando lutas por sermos negros, ou mulheres com carreira em uma empresa dominada por homens principalmente.

Entendo que ser educador vai além do simples ensino de uma matéria, vai além das expectativas de uma escola ou padrões da mesma ou de uma sociedade, é ensinar que tudo vai muito além disso, além dos livros, que um educador precisa estimular seu aluno a pensar por si, ser crítico e questionar, de uma maneira positiva, mas não sendo doutrinados ou induzidos, a deixarem os preconceitos, os laços externos e vivências influenciarem, porém de maneira positiva, a ponto que se possa um dia fazer a real diferença em uma sociedade ainda recheada de preconceitos e padrões "politicamente corretos" ou "modismos", "ondas".

Qualquer um que carregue sobre si a responsabilidade por encaminhar outras vidas, sejam educadores, pais, responsáveis, tem papel fundamental no adulto que aquela vida um dia se tornará!

Um livro interessante e necessário, que me fez inclusive refletir sobre minha própria vida enquanto aluna, filha de professora e hoje adulta e prestes a me tornar mãe!


4 comentários

  1. nunca li as obras sobre Merli mas confesso que acho interessante e ele me parece um professor bem humanizado e isso me deixa curiosa em conhecer mais sobre ele.

    ResponderExcluir
  2. Olá, que resenha bacana, adorei a dica e considerações a respeito do livro, eu não o conhecia mais fiquei bem curiosa pela leitura!

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não conhecia o livro, mas gostei de ver a sua opinião. Concordo com a parte que você diz sobre o que é ser um educador. Acho que essa é a grande realidade e jamais deixar outros quesitos influenciarem. Parabéns pela resenha.

    Beijos,
    Blog PS Amo Leitura

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Tenho que falar que não conhecia nem a série nem o livro, e achei um conceito interessante. Gosto disso desse questionamento sobre o ensino e o papel de cada um quanto a educar crianças e jovens.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir